Área Restrita

Fetagro

Conquista: por lei, agricultor será compensado por prestar serviços ambientais

19/12/2018
Notícias
0 ComentáriosImprimirEmail

A Lei nº 4.437, sancionada em 17 de dezembro de 2018, e que institui a Política de Governança Climática e Serviços Ambientais do Estado de Rondônia é mais uma grande conquista do Movimento Sindical dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais.

 

A lei, de propositura do deputado estadual Lazinho da Fetagro (PT), dispõe sobre a valoração e valorização dos ativos ambientais do Estado, através de incentivo e pagamento por serviços ambientais e incentivos as ações de redução e emissão de gases de efeito estufa. E, especialmente, atende a uma demanda da agricultura familiar, reportada pela Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado de Rondônia (FETAGRO) e Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTRs) há mais de 15 anos, de haver aplicação de incentivos e/ou compensação a quem preserva e cumpre funções ambientais, proporcionando benefícios a todos.

 

O presidente da FETAGRO, Fábio Menezes, recorda que este foi um dos primeiros assuntos trabalhados pela federação quando, ainda no ano de 2000, a entidade lançou campanha de recuperação de matas ciliares. Fábio ressaltou que o trabalho gerou projetos importantes que atuavam na capacitação dos produtores rurais para a redução de queimadas, melhor utilização da água, do solo, entre outras práticas. E, desde então, a Federação atua em defesa da necessidade de haver uma política ambiental que recompense esse produtor que preserva suas terras.

 

Mas, destaca o presidente, a luta da Federação e dos sindicatos ganhou força com a dedicação e compromisso do deputado Lazinho da Fetagro já no primeiro ano de mandato. Ao longo da legislatura a proposta foi construída com a parceria também do governo do estado e outras entidades que atuam pelas questões ambientais.

 

“Essa lei faz justiça a quem faz tanto bem para toda humanidade, cuidando e preservando o meio ambiente”, disse Fábio.

 

Para a secretária de meio ambiente da FETAGRO, Alessandra Lunas, o momento é de comemoração e reconhecimento à inserção da agricultura familiar no potencial de Pagamento por Serviços Ambientais (PSA). “Esta lei reconhece o papel que cumpre a agricultura familiar na preservação ambiental”.

 

Alessandra também resgatou o trabalho de todo o movimento sindical ao contribuir nos debates sobre o tema, principalmente com participação ativa dos agricultores e agricultoras familiares em audiências públicas realizadas em todo o Estado para discutir a proposta de lei. “Lutamos para que essa política de compensação fosse implantada, acreditando que haverá forte avanço na conscientização ambiental”, disse a dirigente ressaltando, também, que “agora é preciso dar os próximos passos e acompanhar a regulamentação da lei e, desta forma, garantir sua implementação e aplicabilidade junto aos agricultores familiares”.

Comentários

CAPTCHA Image
Recarregar Imagem

Veja Também

Imagem Indisponível
30/07/2014

Regional Cone Sul promove formação sindical

Iniciou ontem (29), na sede do Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR) de Cerejeiras, o primeiro módulo do curso de formação político sindical da Escola Nacional de Formação da CONTAG (ENFOC), para dirigentes e representantes de base sindical do Regional Cone Sul. O curso será ministrado em 3 módulos, com 3 dias cada, com objetivo de capacitar cerca de 40 lideranças sindicais do Movimento Sindical dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (MSTTR), proporcionando a cada participante uma visão ampla sobre as principais bandeiras de luta do Movimento, ampliando o conhecimento e revitalizando o comprometimento dos mesmos com o MSTTR, a partir da base. Propõe-se, ao...

Imagem Indisponível
11/07/2014

STTR de Theobroma promove curso de derivados do leite

O Sindicato dos Trabalhadores (as) Rurais do município de Theobroma, em parceria com a Emater Theobroma, realizou de 07 a 11 de julho um curso de derivados do leite, para trabalhadoras(es) rurais do Assentamento Primavera. O curso teve o objetivo de capacitar as trabalhadoras(es) para que elas possam produzir diversos alimentos à base do leite para subsistência familiar e comercialização e, assim, contribuírem na complementação da renda familiar. O curso foi ministrado por uma extensionista da Emater do município de Alvorada do Oeste, que ensinou as participantes a produzirem diversos tipos de queijos e doces. Fonte: Assessoria STTR de Theobroma

Conferência Estadual debate assistência técnica com foco em agroecologia
11/04/2016

Conferência Estadual debate assistência técnica com foco em agroecologia

Estabelecer estratégias e ações prioritárias para promover a universalização da Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) pública e de qualidade aos agricultores e agricultoras familiares do Estado de Rondônia. Esse é o objetivo da 2ª Conferência Estadual de Assistência Técnica e Extensão Rural na Agricultura Familiar e Reforma Agrária, que acontecerá de 12 a 14 de abril, no Centro de Treinamento da Emater-RO (Centrer), em Ouro Preto do Oeste.    Cerca de 200 pessoas, representantes de agricultores, povos indígenas, comunidades tradicionais...