Área Restrita
Não à reforma da previdência
Imagem2
Imagem 1
Imagem3
Imagem 4
NOTA DE REPÚDIO PELO FECHAMENTO DA ESCOLA MANOEL FRANCISCO EM NOVA UNIÃO
11/02/2021

NOTA DE REPÚDIO PELO FECHAMENTO DA ESCOLA MANOEL FRANCISCO EM NOVA UNIÃO

A Fetagro manifesta preocupação em relação a decisão da Prefeitura de Nova União em realizar o fechamento da Escola Municipal Manoel Francisco sem qualquer debate com os servidores e com a comunidade, não apresentando uma justificativa palpável para o fechamento da escola. Queremos salientar o apreço que temos por esta escola, em especial por a mesma em seu nome homenagear o saudoso Manoel Francisco de Oliveira, Diretor da FETAGRO, que contribui na organização do STTR de Nova União e muito atuou para o crescimento e desenvolvimento do município, sendo uma grande liderança em defesa da luta e organização dos trabalhadores rurais. A escola é uma das mais novas e bem estruturadas do município, foi construída em 2012, com recursos federais convênio 656930/2009/FNDE e atende a 238 alunos, turmas 3º, 4º e 5º da zona rural e da área urbana, contrariando a comunidade, pais e servidores. Os alunos iriam ser remanejados para outra escola que não tem a mesma infraestrutura e já conta com uma grande quantidade de alunos. De acordo com a prefeitura, no prédio da escola irá funcionar a secretaria de educação. Historicamente negligenciado, o direito a educação dos povos do campo é uma conquista coletiva, fruto de muita luta e pressão popular. No Brasil, o Marco legal que regulamente a educação do campo é o Decreto n°. 7.352/2010, que dispõe sobre a política de educação do campo e o Programa de Educação na Reforma Agrária – PRONERA. A organização Social e econômica do município de Nova União conta com forte influencia rural, dada a existência de dois Projetos de Assentamentos de reforma agrária, com mais de 600 famílias, e de muitas propriedades rurais no entorno do município. Ainda que a Escola Manoel Francisco esteja sediada no núcleo urbano do município, ela pode ser considerada escola do campo, conforme dispõe o art. 1°, inciso II do Decreto n°. 7.352/2010: Escola do campo: aquela situada em área rural, conforme definida pela Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE, ou aquela situada em área urbana, desde que atenda predominantemente a populações do campo Para evitar e coibir arbitrariedades do poder público a Lei de Diretrizes de base da Educação Nacional – LDB prevê que o fechamento das escolas do campo “será precedido de manifestação do órgão normativo do respectivo sistema de ensino, que considerara a justificativa apresentada pela Secretaria Municipal de Educação, analise do diagnóstico do impacto da ação e a manifestação da comunidade escolar”. Ao arrepio da lei, a prefeitura municipal não realizou consulta a comunidade, que já manifestou contrariedade, realizando abaixo assinado, comunicando a situação à câmara de vereadores e ao Ministério Público, apontando as incoerências da proposta e os sérios problemas no atendimento dos alunos em outras escolas. Manifestamos ainda o repudio quanto às represálias e intimidações que vem sendo praticadas contra os servidores públicos que se mobilizam em defesa da escola Manoel Francisco, bem como as pressões do poder local contra as famílias que se manifestam contrárias ao fechamento da escola. Nada mais incompatível com a democracia e com a educação que a perseguição de quem luta pela defesa da educação pública e de qualidade. Consideramos o fechamento da Escola Municipal Manoel Francisco uma afronta grave a ao direito a educação e à gestão democrática nas escolas. e reafirmamos a importância de ouvir a comunidade escolar, especialmente pais e servidores, para construir com dialogo uma alternativa para assegurar o funcionamento da escola, com o envolvimento da família no processo educacional. Por fim, manifestamos nossa preocupação com a decisão de volta as aulas em muitos municípios de maneira presencial. Enquanto os professores não forem vacinados, não podemos cometer tamanha irresponsabilidade, alem dos riscos que também representam para as crianças e seus familiares diante da atual situação que ora enfrentamos em nosso estado frente a contaminação pelo Covid 19. Vacina para todos Já! Democracia também na gestão da educação!!! Educação: direito nosso, dever do estado! FETAGRO - Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agriculturas Familiares do Estado de Rondônia Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras de Rurais de Nova União ARTICULAÇÃO ESTADUAL PELA EDUCAÇAO DO CAMPO EM RONDONIA.

NOTA DE FALECIMENTO
04/02/2021

NOTA DE FALECIMENTO

É com pesar comunicamos o falecimento do Senhor Josias Rodrigues dos Santos, que vinha lutando contra o covid-19 e hoje (04) não resistiu. Na segunda feira, (01/02) perdeu o seu genro, sindicalista e vereador, Eder Biazatti. Josias era morador da linha 128, era sócio do STTR de Ji-Paraná e Presidente da Associação dos Produtores Rurais do Setor Riachuelo - APRUSRIA. Que Deus possa estender suas mãos e dar força a toda a família de nosso companheiro diante deste momento tão difícil, de luta contra o Covid-19 que ainda acomete diversos membros da família. Neste momento de dor e consternação, só nos cabe pedir a Deus que conforte os corações de familiares e amigos, dando lhes força e proteção para que consigam superar esse momento de tristeza. Descanse em paz companheiro Josias. FETAGRO STTRs

NOTA DE FALECIMENTO
03/02/2021

NOTA DE FALECIMENTO

É com pesar comunicamos o falecimento do Senhor Moisés Biazatti, que vinha lutando contra o covid-19 e estava internado na UTI do Hospital HCR em Ji-Paraná, mas infelizmente, hoje (03, não resistiu. Na segunda feira, (01/02) perdeu o seu filho, sindicalista e Vereador, Eder Biazatti. Senhor Moises, morador da Linha 102, era um grande Líder comunitário, tinha formação teológica pela Escola Teológica Dom Antônio Possamai da Igreja Católica. Atuava também na associação de sua comunidade e no STTR de Ji-Paraná. Que Deus possa estender suas mãos e dar força a toda a família de nosso companheiro diante deste momento tão difícil, de luta contra o Covid-19 que ainda acomete diversos membros da família. Neste momento de dor e consternação, só nos cabe pedir a Deus que conforte os corações de familiares e amigos, dando lhes força e proteção para que consigam superar esse momento de tristeza. Descanse em paz companheiro Moisés. FETAGRO STTRs

NOTA DE FALECIMENTO
01/02/2021

NOTA DE FALECIMENTO

É com profundo pesar que a família Fetagro, por meio dos dirigentes de todos os nossos sindicatos filiados, comunica o falecimento e presta as mais sinceras condolências ao nosso querido companheiro Eder Biazatti Marquesque mesmo tendo lutado bravamente contra o Covid 19 faleceu hoje no inicio da noite. O movimento sindical perde aqui um grande companheiro de muitas lutas. Com caráter forte e decisivo Eder sempre se posicionou em defesa de tudo que acreditava, e com sua brilhante atuação na direção do STTR de Ji-Paraná, mesmo sendo candidato pela primeira vez, se elegeu vereador no município de ji Paraná e tomou posse a poucos dias. Eder deixa três filhas e esposa e demais familiares com os quais nos solidarizamos neste momento tão doloroso. Temos a certeza que Eder cumpriu brilhantemente sua missão, na luta sindical, no partido dos trabalhadores em que era filiado, nas pastorais, na sua família. Esse grande companheiro lutava por um país justo e solidário e por uma agricultura familiar forte e produtiva. Seu legado continuará vivo entre nós! Que Deus possa estender suas mãos e dar força a toda a família de nosso companheiro diante deste momento tão difícil, e que ainda lutam contra o Covid que ainda acomete diversos membros da família. Neste momento de dor e consternação, só nos cabe pedir a Deus que conforte os corações de familiares e amigos, dando lhes força e proteção para que consigam superar esse momento de tristeza. Descanse em paz companheiro, nós seguiremos aqui na luta!!! Eder Biazatti Presente. Ontem, hoje e sempre! FETAGRO STTRs

NOTA DE FALECIMENTO
11/01/2021

NOTA DE FALECIMENTO

É com imenso pesar que comunicamos o falecimento de Fábio Roque da Silva ocorrido ontem (10). Fábio Roque era filho do dirigente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Cacoal Fábio da Silva e foi funcionário do STTR, conquistando a todos com sua alegria foi referência no atendimento aos associados e associadas. Fábio Roque atuava como contador e deixou esposa e filha. Neste momento de dor e consternação, só nos cabe pedir a Deus que conforte os corações de familiares e amigos, dando lhes força e protação para que consigam superar esse momento de tristeza. Deixamos os nossos mais sinceros pesames. A DIREÇÃO

COMEÇA HOJE O FESTIVAL DA JUVENTUDE RURAL CONECTADA
06/08/2020

COMEÇA HOJE O FESTIVAL DA JUVENTUDE RURAL CONECTADA

"É uma expectativa muito grande para o nosso primeiro dia do 1º Festival Juventude Rural Conectada ‘Construindo um mundo novo’, que acontecerá de forma virtual, a partir das 17h30, de 06 a 08 de agosto, no Portal e Redes Sociais da CONTAG. Debateremos temas importantes do cotidiano da juventude rural e de todos(as) os(as) agricultores(as) familiares. Contamos muito com a participação de todos e todas”, compartilha a secretária de Jovens da Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (CONTAG), Mônica Bufon. com esse sentimento de expectativa, mas também de muito otimismo compartilhado pela secretária de Jovens da CONTAG, que logo mais às 17h30, desta quinta-feira (06), terá início o...

CONTAG e FPAF cobram medidas urgentes em defesa da vida e dos povos do campo, da floresta e das águ...
19/03/2020

CONTAG e FPAF cobram medidas urgentes em defesa da vida e dos povos do campo, da floresta e das águ...

CONTAG e FPAF cobram medidas urgentes em defesa da vida e dos povos do campo, da floresta e das águas FOTO: Arte: Fabricio Martins Preocupada com a rápida proliferação do Coronavírus em todo o País e com as suas consequências, a Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (CONTAG) vem cobrar do poder público medidas emergenciais para a prevenção e o combate ao Coronavírus e em defesa da vida. A CONTAG também está preocupada com a produção da ampla maioria dos alimentos que chega à mesa dos(as) brasileiros(as), e cobra medidas que visam a continuidade da produção de alimentos saudáveis pela agricultura familiar brasileira. Além das medidas...