Área Restrita
Não à reforma da previdência
Imagem2
Imagem 1
Imagem3
Imagem 4
FETAGRO PRESTIGIA COLAÇÃO DE GRAU DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO DO CAMPO
13/02/2020

FETAGRO PRESTIGIA COLAÇÃO DE GRAU DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO DO CAMPO

No dia 06 de fevereiro aconteceu no campus da Universidade Federal de Rondônia - UNIR de Rolim de Moura a cerimônia de colação de grau da 1ª Turma do Curso de Licenciatura em Educação do campo. Prestigiou o evento a Presidente da FETAGRO Alessandra Lunas, a Secretaria de Formação Rosileia Inácio, a Secretaria de Mulheres Izabel Soares a Secretária Geral Sirlene Oliveira. Dentre os formandos desta turma está o Secretario de Políticas Sociais da FEAGRO Jhose Luciano da silva, ingresso em 2015 na 1ª turma do curso de licenciatura em educação do campo, na área das ciências humanas e sociais. Jhose lembra que “ao entrar para o curso minha meta era apenas me formar para ter um curso superior e poder exercer a função de professor em escolas publicas, mas percebi que o aprendizado que o curso nos proporcionou nos preparou para retornar as comunidades e multiplicar o nossos conhecimentos, para atuar em um formato de ensino que valorize a aprendizagem do campo, junto a mulher e ao homem camponês, fortalecendo os laços educacionais junto a família”. A graduação em Licenciatura em Educação do Campo hoje tem três turmas em andamento e com muita demanda de estudantes, sejam professores que atuam nas escolas do campo ou jovens das comunidades rurais que terminaram o ensino médio e almejam um ensino diferenciado e contextualizado. A seleção acontece com vestibular especifico onde os profissionais da educação comprovam a atuação em escolas do campo e as agricultores (as) familiares apresentam cartas de representatividade dos sindicatos, associações, cooperativas, Entidades indígenas e quilombolas , movimentos sociais tais como MAB, MST, MPA. “Precisamos lutar para a seleção continue obedecendo estes critérios para assegurar que o publico da educação do campo possa ser de fato selecionado e matriculado, evitando que pessoas que não tenham vivência com o campo sejam selecionadas e não dêem o retorno as comunidades rurais”, enfatizou o secretario da FETAGRO. O Curso de Licenciatura em Educação do campo O Curso de Licenciatura em Educação do Campo em Ciências da Natureza, Ciências Humanas e Sociais foi criado e em 2014 e iniciou o funcionamento no segundo semestre de 2015, com uma entrada inicial de 120 acadêmicos por meio de vestibular específico. O curso acontece em regime de alternância, onde os acadêmicos têm atividades no tempo Universidade (TU) e no Tempo Comunidade (TC). São conferidas duas titulações aos egressos sendo de Licenciado (a) em Educação do Campo em Ciências da Natureza com habilitação em Biologia, Física e Química ou Licenciado(a) em Educação do Campo em Ciências Humanas e Sociais com Habilitação em Filosofia e Sociologia. Avaliação do Curso pelo MEC Na Avaliação para fins de reconhecimento de curso, realizada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (INEP) o Conceito de Curso foi nota 4 (em uma escala de a 5), ressaltando a relevância do curso para a sociedade, ao formar educadores e educadoras conectados às necessidades locais e regionais, em articulação com a rede básica de Educação, perceptível nos Trabalho de Conclusão de Curso e nos estágios obrigatórios. Destacou também a metodologia do curso, pautada pela Pedagogia da Alternância, a fim de garantir o acesso à educação aos povos do campo. Este reconhecimento foi destaque na pagina da UNIR (www.educampo.unir.br). 0

FETAGRO PARTICIPA DA OFICINA NACIONAL SOBRE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS, FINANCEIROS E CONTÁBEIS
10/02/2020

FETAGRO PARTICIPA DA OFICINA NACIONAL SOBRE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS, FINANCEIROS E CONTÁBEIS

A Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (CONTAG), realiza nestes dias 10, 11 e 12 de Fevereiro, a Oficina Nacional sobre Procedimentos Administrativos, Financeiros e Contábeis, em Brasília/DF, com a presença de 90 participantes, entre dirigentes, assessores (as) e contadores(as) das 27 Federações filiadas à Confederação. A Oficina tem o objetivo de construir estratégias de atuação político-sindical para o fortalecimento da sustentabilidade político-financeira do Movimento Sindical dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (MSTTR), considerando os resultados das oficinas de base, os indicativos da 5ª Plenária Nacional dos Trabalhadores (as) Rurais, as ações definidas pela Secretaria de Finanças e Administração e as linhas de ações estratégicas definidas pela Diretoria da CONTAG para 2020. “Vemos a Oficina como uma reunião de trabalho, de avaliação e de pensarmos de forma coletiva qual a melhor estratégia político-financeira para a nossa organização sindical. Temos certeza que apesar do momento de crise que atravessa o país e consequentemente a maioria das organizações sindicais e sociais, com muita esperança iremos superar as atuais dificuldades e encontrar as melhores soluções”, disse na abertura da Oficina, o secretário de Finanças e Administração da CONTAG, Juraci Souto. A delegação rondoniense é composta pelo Secretario de Finanças José Carlos Oliveira, Ana Paula Souza Assessora da Secretaria de finanças e o Contador da FETAGRO José Queiroz. De acordo com o José Carlos a expectativa é “a construção de estratégias para o fortalecimento das entidades sindicais, assegurar mecanismos de proximidade com a base e suas demandas e buscar compreender nos novos desafios fiscais, tributários e financeiros que impactam nos sindicatos e na FETAGRO para proteção e fortalecimento das nossas entidades”. Reuniões específicas com os dirigentes dos STTRs serão realizadas para debater os temas tratados na oficina e organizar a implementação das ações debatidas.

STTR DE PRESIDENTE MEDICI E UNIR REALIZAM CURSO SOBRE GESTÃO DA PROPRIEDADE RURAL
06/02/2020

STTR DE PRESIDENTE MEDICI E UNIR REALIZAM CURSO SOBRE GESTÃO DA PROPRIEDADE RURAL

O Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Presidente Médici juntamente com Unir Campus de Presidente Médici realizou nos dias 04 e 05 de Fevereiro, no campus da UNIR, Curso sobre Gestão Administrativa da Propriedade Rural para jovens rurais, estudantes UNIR e Técnicos do Projeto Plantar. A proposta do curso é auxiliar os jovens agricultores na gestão da propriedade, contribuir com a permanência da juventude no campo e dar mais eficiência a produção, melhorando assim os resultados econômicos da atividade desenvolvida na propriedade. O presidente do STTR Gilson Abreu destaca a importância desses processos formativos para os jovens que já estão da gestão da propriedade ou que assumirão no futuro. “O que temos visto é que com a ausência dos pais o jovem assume a propriedade e enfrentam muita dificuldade para tocar a propriedade, torná-la produtiva, rentável” enfatizou Gilson. Destaca ainda a importância da parceria com a UNIR que sempre tem atuado para apresentar soluções para as necessidades e desafios da agricultura familiar. Gilson reafirmou ainda a necessidade dos jovens participarem do movimento sindical, propondo políticas publicas, reivindicando e defendendo os direitos da agricultura familiar. O Secretário Estadual de Juventude Gil Fagundes também participou da formação e destacou que essa é uma importante e eficiente estratégia para diminuir a saída dos jovens do campo e parabenizou ao STTR e a UNIR. Gil Destacou a importância da participação dos jovens no Movimento Sindical que tem atuado para melhorar as condições de vida no campo. Gil reforçou ainda o convite para o Festival Nacional da Juventude que acontecerá dos dias 05, 06 e 07 de Maio em Brasilia. O Professor da UNIR Clodoaldo Freitas, palestrante do Curso, abordou temas como conceito da Administração rural e habilidades necessárias, planejamento, organização, gestão de custos, sucessão rural, associativo e cooperativismo. Ele reforçou a necessidade que compreender a gestão da unidade produtiva com a mesma importância no preparo do solo, na melhoria genética do rebanho e outras decisões produtivas. “Sem fazer uma boa gestão uma propriedade altamente produtiva pode não ser sustentável e não se manter na atividade” destacou Clodoaldo. Disse ainda que fazer uma extensão comprometida com os problemas da comunidade, especialmente da agricultura familiar, é um compromisso diário de toda a equipe da UNIR do campus de Presidente Médici.

COMITE GESTOR DO PAA ESTADUAL APROVA DEMANDA DA FETAGRO
06/02/2020

COMITE GESTOR DO PAA ESTADUAL APROVA DEMANDA DA FETAGRO

A Secretária de Política Agrícola Elessandra Dutra participou da reunião do comitê Gestor do Programa de Aquisição de Alimentos – PAA Estadual discutindo os critérios na realização da chamada publica para a compra dos produtos da agricultura familiar e a doação simultânea dos alimentos adquiridos. A reunião aconteceu nos dias 21 e 22 de Janeiro na SEAGRI em Porto Velho. Para o ano de 2020 o Governo do Estado tem no orçamento o valor de 1.800.000,00 (um e milhão e oitocentos mil reais) para adquirir produtos da agricultura familiar por meio de cooperativas e grupos informais que estejam interessados em vender a produção, participando da chamada pública e entregando a produção nas entidades cadastradas pelo Governo do Estado. Elessandra lembra que em 2019 o governo do Estado descumpriu as deliberações do comitê gestor, não realizou o chamamento publico e disponibilizou o recurso somente para a cidade de Porto Velho, deixando os demais municípios de fora do programa. Segundo a Secretaria a FETAGRO, juntamente com as demais entidades da agricultura familiar, intensificaram a cobrança para que o recurso seja distribuído equitativamente entre as cooperativas e grupos informais de todo o estado, atendendo o que dispõe a legislação. Elessandra diz ainda que a FETAGRO irá solicitar da Comissão de Agricultura da Assembléia Legislativa que acompanhe a execução do programa PAA Estadual e fiscalize o cumprimento das decisões do Comitê Gestor. As instituições que compõe o Comitê Gestor corroboraram aos questionamentos feitos pela FETAEGRO sobre a forma de aplicação do recurso. O Comitê Gestor deliberou que o goverdo no estado deve publicar edital de Chamamento Público aberto para todo o Estado de Rondônia para a seleção das cooperativas e grupos informais que farão a entrega dos produtos. Precisa estabelecer parcerias para a execução do PAA Estadual com prefeituras, Emater, Sindicatos, Cooperativas e Associações. Para assegurar mais eficiência à execução do programa a SEAGRI deverá elaborar Check List para identificar a infraestrutura dos locais onde será entregue os produtos do PAA. Assim que publicado o edital as cooperativas e grupos informais organizarão o projeto, juntando a documentação prevista no edital e informando os produtos e a respectiva quantidade que irão entregar. A FETAGRO acompanhará todas as etapas da chamada publica e juntamente com os Sindicatos atuará na orientação, auxiliando as cooperativas e grupos informais interessados. “Faremos o que estiver ao nosso alcance para que o programa chegue a todos os municípios de Rondônia, para ser gradativamente fortalecido no orçamento estadual” destacou Elessandra. A chamada publica ainda não tem data prevista para acontecer. Sobre o Programa Estadual de Aquisição de Alimentos – PAA Estadual O PAA estadual surgiu após diversas reivindicações da FETAGRO através dos Gritos da Terra e outros espaços de mobilização e cobrança, demonstrando para o Estado a necessidade de alocar recursos do orçamento para adquirir produtos da agricultura familiar, como forma de fomentar e incentivar a produção diversificada da Agricultura Familiar. Neste cenário, o Deputado Estadual Lazinho da Fetagro, conhecedor desta necessidade, propôs a Criação do PAA Estadual na modalidade compra e doação simultânea que foi instituído pela 3.993/2017 e regulamentado pelo decreto estadual 22.780/2018.

FETAGRO DESEJA UM FELIZ NATAL E UM PROSPERO ANO NOVO
20/12/2019

FETAGRO DESEJA UM FELIZ NATAL E UM PROSPERO ANO NOVO

A Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado de Rondônia – FETAGRO agradece a todos e todas pela parceria e companheirismo em mais ano de trabalho e de luta contra o retrocesso de direitos, por soberania e segurança alimentar, com garantia de acesso a terra, trabalho e renda, em defesa da democracia e Justiça Social. Em tempo comunicamos que FETAGRO ENTRARÁ EM RECESSO hoje, 20 de Dezembro de 2019, e retornará as atividades no dia 20 de Janeiro de 2020. Desejamos a todos e todas, diretores e diretoras, colaboradores e colaboradoras, STTRS, Associados e Associadas, a toda a equipe da CRESOL e da UNICAFES, fornecedores e demais parceiros, um FELIZ NATAL e um PRÓSPERO ANO NOVO, que neste ano que se inicia Deus nos dê muita Paz, Amor, e Saúde. Que possamos renovar nossas esperanças e forças para lutar pela construção de mundo mais justo e igualitário para todos e todas, são os votos da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado de Rondônia – FETAGRO. FELIZ NATAL E UM PRÓSPERO ANO NOVO. JUNTOS SOMOS FORTES.

Behind the smokescreen in the Amazon, the fighting people resist! Letter from organizations that live...
14/10/2019

Behind the smokescreen in the Amazon, the fighting people resist! Letter from organizations that live...

We union leaders, representatives of rural workers family farmers, organized through the 369 Rural Workers Unions and 07 federations of the Northern region, affiliated with the CONTAG Confederative System and CUT, and several partner organizations subscribed below, come to public to denounce what really has caused the great burning in the Amazon and the impacts generated in the lives of the populations living here. The Amazon has been experiencing a process of unbridled occupation over the years, driven by the greed of large enterprises that, in the name of so-called "development", threatens the community territories in the face of the flexibility of command-control actions, pressure on protected areas, expansion of the agricultural frontier and large infrastructure projects such as ports, railways, liming of rivers to provide conditions...

¡Detrás de la cortina de humo, la gente en lucha resiste! ¡Carta de las organizaciones que viven y...
14/10/2019

¡Detrás de la cortina de humo, la gente en lucha resiste! ¡Carta de las organizaciones que viven y...

Nosotros, liderazgos sindicales, representantes de los trabajadores rurales agricultores y agricultoras familiares, organizados a través de los 369 Sindicatos de Trabajadores y Trabajadoras Rurales y las 07 federaciones de la región Norte, afiliados al Sistema Confederativo CONTAG y a la CUT, y varias organizaciones asociadas suscritas abajo, venimos a público denunciar lo que realmente ha causado la gran quema en la Amazonia y los impactos generados en las vidas de las poblaciones que viven aquí. La Amazonia ha estado viviendo un proceso de ocupación desenfrenada a lo largo de los años, impulsado por la avaricia de las grandes empresas que, en nombre del un llamado "desarrollo", amenaza los territorios de la comunidad frente a la flexibilidad de las acciones de control de mando, la presión...

Derrière l'écran de fumée, le peuple combattant résiste!  Lettre d'organisations qui vivent et se...
14/10/2019

Derrière l'écran de fumée, le peuple combattant résiste! Lettre d'organisations qui vivent et se...

Nous, dirigeants syndicaux, représentants des travailleurs ruraux et familiaux, organisés par des 369 syndicats de travailleurs ruraux et de 07 fédérations de la région du Nord du Brésil, affiliés au système confédératif CONTAG et à la CUT-Brasil, et à plusieurs organisations partenaires abonnées ci-dessous, nous dénonçons ce qui a réellement causé les grandes incendies en Amazonie et les impacts dans la vie des populations qui y vivent. L’Amazonie a connu au cours des années un processus d’occupation effrénée, motivé par l’avidité des grandes entreprises qui, au nom du prétendu "développement", menacent les territoires de la communauté face...

NOTA DE FALECIMENTO
27/09/2019

NOTA DE FALECIMENTO

Com profundo pesar a Família FETAGRO comunica o falecimento do senhor Urias Sergio Dultra, agricultor familiar, sócio fundador do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Ji-Paraná, da comunidade eclesial de base Santos Anjos, Paróquia São Sebastião, do partido dos trabalhadores (PT) de Ji-Paraná e também, do associativismo e cooperativismo do município. Atuando sempre na luta pela organização social da agricultura familiar e da agroecologia. A Família FETAGRO manifesta seu apoio e solidariedade aos familiares e amigos, ressaltando sua participação para o fortalecimento do MSTTR do estado de Rondonia. Pedimos a Deus que os confortem neste momento de dor e luto. Família FETAGRO