Área Restrita
Não à reforma da previdência
Imagem2
Imagem 1
Imagem3
Imagem 4
Inauguradas habitações do Assentamento Àguas Claras em Vilhena
16/07/2018

Inauguradas habitações do Assentamento Àguas Claras em Vilhena

Sonho da casa nova realizado para 27 famílias de agricultores familiares do Assentamento Àguas Claras, em Vilhena! No último sábado (14) foi realizado ato de inauguração das casas das famílias beneficiadas, com participação da diretoria do STTR de Vilhena, do diretor da FETAGRO Gil Fagundes, e do assessor regional do mandato do deputado Lazinho da Fetagro Teófilo Santana. Cada família possui agora uma casa com estrutura melhor, sendo quase 60 metros quadrados, em alvenaria, contendo dois quartos, sala, banheiro social, cozinha e área de serviço. Gil Fagundes destacou que a FETAGRO teve a satisfação de poder, junto com o sindicato, trabalhar na construção dessas casas que agora trazem qualidade de vida para os agricultores. “É um resultado que nos emociona e que nos estimula a continuarmos nossa luta, nosso trabalho de representação dos trabalhadores e trabalhadoras rurais. É muito gratificante participar deste momento com as famílias beneficiadas e presenciar a alegria de todos ao conquistarem uma moradia mais digna, com conforto e segurança”, disse.

Dirigentes buscam resultados positivos ao PAA e PNHR em audiências com ministérios
12/07/2018

Dirigentes buscam resultados positivos ao PAA e PNHR em audiências com ministérios

A luta pelo desenvolvimento rural sustentável e solidário, como garantia de dignidade no campo e do fortalecimento da agricultura familiar segue movendo as ações do MSTTR em Rondônia. Nesta quarta-feira (11) o presidente da FETAGRO Fábio Menezes, acompanhado dos dirigentes Ernesto Ferreira, presidente do STTR de Ji-Paraná, Marcilia Simas, presidente do STTR de São Miguel, João Matias, presidente do STTR de Jaru, Denes Pereira, do STTR de Rolim de Moura, e Celso Giufrida, do STTR de Alvorada do Oeste, e do senador Acir Gurgacz, participou de audiências no Ministério das Cidades, para debater acerca da contratação de novas unidades habitacionais, e no Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) para tratar sobre o corte no orçamento do PAA. No Ministério das Cidades, em reunião com a secretária nacional de Habitação Rural, Socorro Gadelha, os resultados foram positivos com a confirmação da secretária de que depois do dia 20 de julho nova portaria será publicada com a definição da quantidade de unidades liberadas por Estado e a relação de entidades habilitadas à execução do PNHR. De acordo com os dirigentes, a expectativa é boa. “Saímos (da audiência) otimistas de que a nossa demanda possa ser atendida, uma vez que a secretária Socorro também reconheceu como qualificada a demanda apresentada e entusiasmou-se com o número de mais de 5 mil casas já construídas no Estado”, disse o presidente Fábio. Contanto, no MDS, as respostas foram desanimadoras. Em franca conversa com o ministro Alberto Beltrame constatou-se que este atual governo não valoriza agricultura familiar e, portanto, não a prioriza. O ministro reafirmou que não haverá aumento do orçamento, ficando apenas os R$ 440 mil destinados para o PAA Rondônia, o que corresponde a menos de 10% da demanda já protocolada na Conab. Para Fábio Menezes, “um claro indício do fim do PAA”. “Este “desgoverno” não compreende a importância do PAA e voltamos bastante preocupados com a possibilidade de perdermos mais esta política pública de sustentação da qualidade de vida no campo”, disse.

Inicia projeto que cria o Núcleo de Estudo em Agroecologia para juventude
12/07/2018

Inicia projeto que cria o Núcleo de Estudo em Agroecologia para juventude

Iniciou ontem (11) o 1º módulo do projeto que irá implementar o Núcleo de Estudo em Agroecologia (NEA) e Produção Orgânica, com participação de estudantes e professores da Escola Família Agrícola – EFA, dos cursos da Universidade Federal de Rondônia (Unir), de jovens agricultores familiares ligados aos STTRs filiados a FETAGRO, de agricultores familiares vinculados a AEFARO e de agentes de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) que trabalhem com foco em agroecologia. Idealizado pelo Departamento de Engenharia de Pesca e Aquicultura da Unir, campus Presidente Médici, em parceria com a FETAGRO, AEFARO, Iper e Emater, o projeto tem o objetivo de implementar o NEA principalmente com a participação de jovens, visando atividades de ensino, pesquisa e extensão em uma construção coletiva para socialização de conhecimentos e práticas relacionadas a agroecologia, bem como à promoção dos sistemas orgânicos de produção sustentável e de base agroecológica. O projeto atende mais de 60 participantes, tendo a representatividade de 20 municípios e dos territórios de Rondônia. O projeto/curso tem duração de dois anos, sendo desenvolvido em dois módulos e baseado no método da pesquisa-ação participativa. Ao término, cada jovem elaborará e implantará um Projeto Produtivo ou de Melhoria de Renda, agrícola ou não agrícola, visando garantia da segurança e soberania alimentar, geração de renda e apoiar outras experiências. Este 1º módulo, de 11 a 13 de julho, aborda os temas Metodologias Participativas, Extensão Rural, Agroecologia e Política Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica. Os coordenadores do projeto - representantes da Unir e entidades parceiras - reforçam que o projeto deverá promover a qualificação destes jovens agricultores que necessitam de oportunidades para inclusão de práticas socioprodutivas, emancipação, acesso às políticas públicas e oportunidades para a melhoria da vida no campo; e elencaram alguns dos resultados esperados com o NEA: promover a soberania e segurança alimentar e nutricional por meio do apoio as organizações para oferta de produtos orgânicos e de base agroecológica; fomentar o ensino, a pesquisa e extensão, contribuindo para a formação de jovens, estudantes, profissionais e agricultores familiares na construção participativa para a melhoria da segurança alimentar e nutricional, e a geração de renda; e incentivar a participação dos jovens no Festival Estadual da Juventude Rural de Rondônia organizado pela FETAGRO com intuito de divulgar a agroecologia e produção orgânica. “Estamos empenhados na execução deste projeto que irá qualificar os jovens, visando a intensificação da participação social, a organização produtiva e o acesso a mercados, para a conquista de autonomia e afirmação do protagonismo juvenil no campo”, destacou Fábio Menezes, presidente da FETAGRO e orientador pedagógico do projeto.

Audiência Pública analisa impactos das MPs 839 e 842 na agricultura familiar
12/07/2018

Audiência Pública analisa impactos das MPs 839 e 842 na agricultura familiar

Os impactos das Medidas Provisórias 839 e 842 para Agricultura Familiar foram tema de Audiência Pública coordenada pela Frente Parlamentar de Agricultura Familiar (FPAF) na tarde desta quarta-feira (11), no Plenário 1 da Câmara dos Deputados. A Diretoria e assessoria da Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (CONTAG) e representantes de algumas federações filiadas participaram do debate e defenderam que os parlamentares rejeitem a MP 839/2018 e apresentem de emendas à MP 842/2018. A FETAGRO participou da audiência, representada pelo presidente Fábio Menezes. Também estiveram presentes Marcília Simas, presidente do STTR de São Miguel, João Matias, presidente do STTR de Jaru, Ernesto Ferreira, presidente do STTR de Ji-Paraná, Denes Pererira, STTR de Rolim de Moura, e Celso Giufrida, STTR de Alvorada do Oeste. As duas MPs, com as redações atuais, afetam profundamente a produção de alimentos pela agricultura familiar e, consequentemente, o desenvolvimento rural sustentável brasileiro. A MP 839/2018 promove um corte drástico no orçamento no valor de R$ 9,5 bilhões, impactando principalmente nas políticas públicas destinadas à Agricultura Familiar como reforma agrária, assistência técnica, meio ambiente, saneamento, Suasa, Pronera, apoio a mulheres e jovens rurais, saúde, educação, promoção do trabalho decente e economia solidária, desenvolvimento regional e territorial e administração dos perímetros irrigados. Já a MP 842/2018 altera a Lei No 13.340, de 28 de setembro de 2016 e a Lei No 13.606, de 9 de janeiro de 2018, que tratam da renegociação de dívidas de operações de crédito rural do Pronaf. A CONTAG luta pela garantia de condições de renegociação das dívidas previstas nas referidas leis. A abertura da Audiência Pública contou com a participação do vice-coordenador da Frente Parlamentar Mista da Agricultura Familiar (FPAF), deputado Assis do Couto, que coordenou a audiência, do coordenador da Frente Parlamentar Mista da Previdência Rural, deputado Bohn Gass, do presidente da CONTAG, Aristides Santos, e da secretária de Mulheres da CONTAG, Mazé Morais. O presidente da CONTAG, Aristides Santos, destacou que há duas semanas a Confederação está visitando e dialogando com parlamentares e lideranças sobre as duas medidas provisórias. “Estamos indo de gabinete em gabinete e também nas lideranças, independente do partido, para fazer esse diálogo. Estamos sendo recebidos com respeito e, principalmente sobre a MP 842, estamos com o sentimento de todos que essa aprovação não pode acontecer, que tem que recuperar o que estava previsto anteriormente. O único problema é o calendário, terá recesso e depois entra na agenda das eleições”. Aristides também defendeu a rejeição da MP 839/2018. “Mais uma vez os pobres têm que pagar pelas medidas tomadas por este governo para atender a pauta dos empresários. Não vamos aceitar. Na volta do recesso parlamentar vamos fazer mobilizações fortes para barrar esses retrocessos”, promete o presidente da CONTAG. Mazé Morais, secretária de Mulheres da CONTAG, reforçou que as duas medidas provisórias afetam drasticamente a agricultura familiar e cobrou o compromisso dos parlamentares. “Precisamos contar com vocês deputados contra a aprovação dessas MPs”. Já o secretário de Política Agrícola da CONTAG, Antoninho Rovaris, contextualizou os impactos da MP 839, que atingem principalmente áreas como a reforma agrária, meio ambiente e políticas sociais. Também explicou que a MP 842 acaba com tudo o que garantia para a agricultura familiar no âmbito da renegociação das dívidas e apresentou as propostas de emendas da CONTAG para recuperar as condições. O deputado Bohn Gass (PT-RS) disse que nos últimos dias a articulação para a rejeição da MP 842 está forte. “Vamos resistir, não podemos deixar chegar ao Plenário. Esse MP é inconstitucional”. O deputado Assis do Couto (PDT-PR) também ressaltou que a MP 842 é inconstitucional. “Como se faz política prejudicando os pobres para privilegiar os ricos? E como o Executivo desfaz uma decisão do Congresso Nacional? Temos três caminhos: ou esta medida provisória é devolvida pelo presidente do Congresso, ou lutamos pela inconstitucionalidade ou vemos o que podemos alterar na MP. Será um grande embate e vejo com bons olhos o movimento da CONTAG para reverter mais retrocessos para a agricultura familiar”, destacou o parlamentar. O presidente Fábio Menezes informou que como encaminhamento ficou determinado que as federações façam forte diálogo com suas respectivas bancadas federais, defendendo a não aprovação destas medidas. Vários deputados passaram pela audiência e também expressaram o seu compromisso com a agricultura familiar e contra as duas medidas provisórias: Marcon (PT-RS), Givaldo Vieira (PCdoB-ES), Zé Carlos (PT-MA), Chico Alencar (PSOL-RJ), Zeca Dirceu (PT-PR), Paulo Pimenta (PT-RS), Assis Carvalho (PT-PI), João Daniel (PT-SE), Bebeto (PSB-BA), Patrus Ananias (PT-MG), Nilton Tato (PT-SP), Jerônimo Goergen (PP-RS), Jorge Solla (PT-BA) e Zé Geraldo (PT-PA). Clique AQUI para ler sobre a MP 839. Clique AQUI para ver as propostas de emendas apresentadas pela CONTAG. Fonte: Assessoria CONTAG Edição: Assessoria FETAGRO

FETAGRO discute sobre corte no orçamento do PAA e contratações do PNHR
29/06/2018

FETAGRO discute sobre corte no orçamento do PAA e contratações do PNHR

A secretaria de Política Agrícola da FETAGRO realizou hoje (29), em Ji-Paraná, reunião para debater sobre o PAA, principalmente em relação ao corte no orçamento do programa, e sobre as contratações pendentes do PNHR para o Estado. Esta reunião cumpriu deliberação do Coletivo Estadual, realizado no início do mês, de ampliar as discussões com o senador Acir Gurgacz no intuito de firmar parceria para a luta pela viabilidade de ambos os programas e a busca pela garantia de atender os anseios dos agricultores familiares do Estado, por meio do PAA e do PNHR. A secretária de Política Agrícola, Elessandra Dutra, reafirmou a indignação da categoria com a desvalorização do governo federal com os programas e com os produtores que alimentam toda Rondônia, todo o Brasil. Na ocasião, dirigentes sindicais e lideranças rurais também externaram suas angústias e preocupações com o enfraquecimento destas políticas públicas que contribuem para a qualidade de vida no campo. O senador se comprometeu em agilizar nova audiência com os Ministérios correspondentes e acompanhar o MSTTR nas discussões. Participaram da reunião o superintendente da Conab Rondônia, Anderson, o chefe de gabinete do mandato do deputado Lazinho da Fetagro, Ivan Tavares, e o deputado estadual Airton Gurgacz. Na ocasião, dirigentes sindicais e lideranças rurais externaram suas angústias e preocupações com o enfraquecimento destas políticas públicas que contribuem para a qualidade de vida no campo.

RETICÊNCIA POLÍTICAS  -  Por Itamar Ferreira
19/07/2018

RETICÊNCIA POLÍTICAS - Por Itamar Ferreira

Marcha das Margaridas demonstra a importância do feminismo para construção de uma sociedade mais justa A Marcha das Margaridas é um evento que reúne periodicamente milhares e milhares de mulheres em Brasília, que tem como data referencial o dia 12 de agosto, e foi realizado pela primeira vez em 2000. Ao todo, já teve cinco marchas, em 2003, 2007, 2011e 2015, esta última reuniu o impressionante número de 100 mil mulheres marchando na Capital Federal. A próxima Marcha será em agosto de 2019 e a mobilização das mulheres de todo Brasil para participarem deste movimento já começou. Em Porto Velho foi realizado nesta quarta-feira (18) o lançamento do movimento de organização da Marcha das Margaridas 2019. Margarida é...

Mulheres fomentam autonomia com curso de confeitaria
28/06/2018

Mulheres fomentam autonomia com curso de confeitaria

Na tarde de ontem (27), um grupo de mulheres participou de um curso de Confeitaria, promovido pela secretaria de mulheres da FETAGRO, na sede da entidade, em Ji-Paraná. De acordo com a secretária da pasta, Izabel de Oliveira, o curso se soma a outras ações que visam o desenvolvimento profissional e capacitação das mulheres agricultoras familiares, fomentando a autonomia e renda destas mulheres. Izabel destaca que aintenção é oferecer o curso durante o próximo Coletivo Estadual de Mulheres Trabalhadoras Rurais, para que as mesmas possam também oferecer a capacitação a grupos de mulheres, associações e comunidades em seus municípios. “Sabemos que uma mulher capacitada, que acredita em si mesma, transforma o seu lar, o seu ambiente...

IPER, FETAGRO E IAC promovem curso de formação em políticas públicas
25/06/2018

IPER, FETAGRO E IAC promovem curso de formação em políticas públicas

O Instituto Padre Ezequiel Ramin (IPER), a Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familaires (FETAGRO) e o Instituto Agostin Castejon (IAC), em parceria, promoverão novo curso de Formaçao Continuada em Políticas Públicas, com início marcado para o mê de julho de 2018. O curso, com o tema Tecendo Saberes e Práxis de Cidadania, tem como objetivo formar lideranças organizadas para que incidam nas esferas governamentais de poder com segurança política e autodeterminação; e também possibilitar a articulação de grupos de base em redes para que possam intervir nas Políticas Públicas e no Orçamento Público, redirecionando os recursos em favor das políticas sociais. De acordo...

FETAGRO celebra contratos do PNCF em Colorado do Oeste e Rolim de Moura
18/06/2018

FETAGRO celebra contratos do PNCF em Colorado do Oeste e Rolim de Moura

“Como nos honra trabalhar o PNCF no Estado! Este programa é uma ferramenta que proporciona dignidade aos trabalhadores e trabalhadoras rurais, agricultores e agricultoras familiares”. A afirmação é do presidente da FETAGRO, Fábio Menezes, durante Solenidade de Assinaturas de Contratos do Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF), na sexta-feira (15), em Colorado do Oeste. Fábio representou em sua fala toda diretoria da Federação, em especial o secretário de Políticas Agrárias, Márcio Viana, celebrando a conquista de 107 famílias de agricultores familiares que asseguraram seu pedaço de terra. “Este momento é um privilégio. Foi uma luta grande para hoje estarmos realizando este sonho de podermos...

INICIA CURSO DA 6ª TURMA DA ENFOC ESTADUAL
12/06/2018

INICIA CURSO DA 6ª TURMA DA ENFOC ESTADUAL

O 1º módulo do Curso Estadual de Formação Político Sindical para a 6ª turma de militantes do Movimento Sindical dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (MSTTR) de Rondônia teve início nesta segunda-feira (11), no Graúna Resort, em Ouro Preto do Oeste. O curso segue até sexta-feira, dia 15. O curso, promovido pela Escola Nacional de Formação da Contag (ENFOC) e sob coordenação da Secretaria de Formação e Organização Sindical da FETAGRO, reúne participantes de todo o Estado, a maioria vinculada aos Sindicatos de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTRs), comprometidos com a luta sindical pela organização e fortalecimento da categoria que busca a transformação de realidades com a emancipação...

Ji-Paraná abre temporada de Festivais Municipais da Juventude Rural
10/06/2018

Ji-Paraná abre temporada de Festivais Municipais da Juventude Rural

Jovens agricultores e agricultoras familiares do município de Ji-Paraná realizaram no sábado (09), o 18° Festival Municipal da Juventude Rural. O evento abriu a temporada dos festivais municipais, que são os preparatórios para o Festival Estadual da Juventude Rural, marcado para o dia 15 de setembro de, em Vilhena. Organizado pelo Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, através da secretaria de juventude rural, o festival de Ji-Paraná reuniu a juventude para momentos de confraternização, com a realização de modalidades esportivas e culturais, mas também de forte reflexão e debate acerca do protagonismo da juventude nas lutas e conquistas do MSTTR e de seu papel na defesa por desenvolvimento rural sustentável e solidário,...

FETAGRO e CAIXA discutem início das obras das habitações rurais
06/06/2018

FETAGRO e CAIXA discutem início das obras das habitações rurais

Em reunião realizada hoje (06), na sede da Caixa Econômica Federal, em Porto Velho, os diretores da FETAGRO Fábio Menezes, Elessandra Dutra e José Carlos (Carlinhos) discutiram com a gerente de Habitação Rural Joyce Lourenço, sobre a previsão de início das construções das unidades habitacionais contratadas em abril deste ano, por meio do Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR); e autorizadas pela Portaria 163/2018. Os diretores reportaram a expectativa das famílias beneficiárias que aguardam o começo das obras, observando ser importante aproveitar o período sem chuvas. Os dirigentes também solicitaram da gerência de habitação que haja cobrança junto ao Ministério das Cidades quanto...

Janeiro
Fevereiro
Março
Abril
Maio
Junho
Julho
Agosto
Setembro
Outubro
Novembro
Dezembro