Área Restrita
Marcha das Margaridas
Não à reforma da previdência
Imagem2
Imagem 1
Imagem3
Imagem 4
Encontro de associações irá definir ações de execução do projeto Plantar Rondônia
17/01/2019

Encontro de associações irá definir ações de execução do projeto Plantar Rondônia

De 21 a 24 de janeiro, o Centro de Estudos Rioterra realiza em Ouro Preto do Oeste a Reunião Estadual e Regional de Núcleos Associativos do Projeto Plantar Rondônia, onde serão discutidas as ações de execução dos próximos passos do projeto que prevê a recuperação de 3.000 hectares de áreas degradadas por meio da implementação do Programa de Regularização Ambiental (PRA) em 1.500 propriedades da agricultura familiar, caracterizadas por terem até 240 hectares ou quatro módulos fiscais, em três anos. O Plantar prevê, ainda, atividades de extensão rural para mais de 3.600 famílias, cursos de capacitação para agricultores e técnicos nas áreas de produção e organização social e fortalecimento dos núcleos associativos. O apoio a gestão dos municípios participantes com planejamento e capacitação de servidores também está entre as ações. Os municípios participantes são divididos por polos: Itapuã do Oeste, Cujubim, Machadinho do Oeste, Rio Crespo e Ariquemes (Polo 1); Jaru, Ouro Preto do Oeste e Ji-Paraná (Polo 2); Presidente Médici, Castanheiras, Novo Horizonte do Oeste e Rolim de Moura (Polo 3). Divididos por grupos de trabalho, os representantes de cada polo discutirão de que forma as ações serão executadas em cada região de acordo com as demandas apresentadas e especificidades. Na ocasião, também será lançada a campanha informativa sobre o Programa de Regularização Ambiental - PRA, previsto no atual Código Florestal. O objetivo é recuperar Áreas de Proteção Permanente (APPs) e Reservas Legais desmatadas ilegalmente e que foram identificadas através do Cadastro Ambiental Rural (CAR). O Plantar Rondônia é realizado pelo Centro de Estudos da Cultura e do Meio Ambiente da Amazônia – Rio Terra, em cooperação com a Ação Ecológica Guaporé – Ecoporé e Federação dos Trabalhadores na Agricultura de Rondônia. E, ainda, em parceria com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental – Sedam e apoio financeiro do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES por meio do Fundo da Amazônia. Fonte: Assessoria Rioterra

Juventude rural se reúne para debates e planejamento de ações
16/01/2019

Juventude rural se reúne para debates e planejamento de ações

Jovens trabalhadores/as rurais estarão reunidos para a Plenária Estadual da Juventude Rural, nos dias 24 e 25 de janeiro, no Centro de Formação de Agricultores/FETAGRO, em Ji-Paraná. Sob organização da Secretaria de Juventude da FETAGRO, a Plenária se caracteriza como espaço de amplo debate e deliberação dos temas que compõem a pauta da atividade, e de reafirmação da importância do/da jovem trabalhador/a rural para o MSTTR, suas lutas e conquistas. Os jovens participantes correspondem a três representantes de cada Sindicato de Trabalhador e Trabalhadora Rural filiado à FETAGRO, sendo o secretário (a) da pasta e duas lideranças da base. Pauta A Plenária Estadual da Juventude Rural deste ano traz como tema norteador “Organizar a Luta Sindical e Fortalecer a Agricultura Familiar”. Propõe amplo debate com resgate do histórico de organização, de lutas e de conquistas do MSTTR, e forte reflexão sobre a conjuntura política e econômica do País e a incidência no meio rural. Neste contexto, importante diálogo se dará quanto a compreensão dos impactos políticos na vida da juventude rural, levando-os a refletir sobre o projeto político do movimento sindical. Também está proposto discutir sobre as políticas públicas existentes e de acesso a este público, considerando a geração de renda e organização da produção, como Crédito Fundiário e Pronaf. A educação do campo também será tema de discussão desta plenária, bem como o programa Jovem Saber. Outro importante ponto de pauta é a realização do 21º Festival Estadual da Juventude Rural, quando será definido o lema e o tema do Festival, bem como a escolha do município que sediará esta edição. Gil Fagundes, secretário de jovens da Federação, resume que “a Plenária está norteada pela compreensão de que a juventude precisa estar sempre organizada e inteirada para contribuir de forma constante e consistente nos desafios da classe trabalhadora rural, no fortalecimento da agricultura familiar e na garantia da sucessão rural.”

CONTAG e FETAGRO cobram contratação de projetos de habitação rural
14/01/2019

CONTAG e FETAGRO cobram contratação de projetos de habitação rural

O País possui um enorme déficit habitacional no meio rural. Segundo informações da Fundação João Pinheiro, entidade contratada pelo Ministério das Cidades para fazer o levantamento da demanda nacional, é necessário construir 1,2 milhão de casas no campo brasileiro. Ainda no governo Temer, foi publicada a Portaria nº 597/2018 do Ministério das Cidades, em 25 de setembro de 2018, que divulgou os projetos de habitação rural selecionados para contratação até o final do ano, um total de 27 mil unidades habitacionais no meio rural. No entanto, nenhum projeto foi contratado. No dia 28 de dezembro de 2018, foi publicada nova Portaria, de nº 772, que prorrogou o prazo para contratação dos projetos até 31 de março de 2019. No novo governo, houve a fusão dos Ministérios das Cidades e da Integração Nacional, criando o Ministério do Desenvolvimento Regional. A Confederação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (CONTAG) tem a expectativa de que, de fato, as contratações aconteçam dentro desse novo prazo estabelecido, pois os projetos já foram analisados pela Caixa Econômica Federal e estão todos aptos para serem contratados. “Outra expectativa é que seja disponibilizado orçamento suficiente para a contratação dos mesmos, pois já são dois anos seguidos de paralisação do Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR). Também é necessária a publicação de Portaria pelo novo governo autorizando o agente financeiro com a ‘Tarifação, preço a ser pago pelo serviço’, objetivando a execução das contratações e dentro do novo prazo”, explica o secretário de Política Agrícola da CONTAG, Antoninho Rovaris. A mesma expectativa é partilhada pela FETAGRO. O estado de Rondônia foi autorizado pela Portaria 597/2018 a contratar 183 habitações, contemplando os municípios de Buritis, Campo Novo, Candeias do Jamary, Corumbiara, Costa Marques, Cujubim, Pimenteiras e Vilhena. De acordo com a secretária de Política Agrícola, Elessandra Dutra, todos os projetos já passaram por análise da Caixa Econômica e estão aptos para contratação. “Vamos nos manter sempre atentos e atuantes em defesa das demandas dos nossos agricultores familiares, entre estas, as demandas habitacionais. Temos enfrentado grandes dificuldades com a execução do programa, mas não deixaremos de lutar e cobrar por sua permanência com eficácia.” Para as entidades, o PNHR é uma política fundamental para a qualidade de vida no campo. “Vamos intensificar a luta pelo direito à casa própria, à moradia digna no meio rural brasileiro”, destacou Rovaris. Fonte: Assessorias CONTAG/FETAGRO

Conquista: por lei, agricultor será compensado por prestar serviços ambientais
19/12/2018

Conquista: por lei, agricultor será compensado por prestar serviços ambientais

A Lei nº 4.437, sancionada em 17 de dezembro de 2018, e que institui a Política de Governança Climática e Serviços Ambientais do Estado de Rondônia é mais uma grande conquista do Movimento Sindical dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais. A lei, de propositura do deputado estadual Lazinho da Fetagro (PT), dispõe sobre a valoração e valorização dos ativos ambientais do Estado, através de incentivo e pagamento por serviços ambientais e incentivos as ações de redução e emissão de gases de efeito estufa. E, especialmente, atende a uma demanda da agricultura familiar, reportada pela Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado de Rondônia (FETAGRO) e Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTRs) há mais de 15 anos, de haver aplicação de incentivos e/ou compensação a quem preserva e cumpre funções ambientais, proporcionando benefícios a todos. O presidente da FETAGRO, Fábio Menezes, recorda que este foi um dos primeiros assuntos trabalhados pela federação quando, ainda no ano de 2000, a entidade lançou campanha de recuperação de matas ciliares. Fábio ressaltou que o trabalho gerou projetos importantes que atuavam na capacitação dos produtores rurais para a redução de queimadas, melhor utilização da água, do solo, entre outras práticas. E, desde então, a Federação atua em defesa da necessidade de haver uma política ambiental que recompense esse produtor que preserva suas terras. Mas, destaca o presidente, a luta da Federação e dos sindicatos ganhou força com a dedicação e compromisso do deputado Lazinho da Fetagro já no primeiro ano de mandato. Ao longo da legislatura a proposta foi construída com a parceria também do governo do estado e outras entidades que atuam pelas questões ambientais. “Essa lei faz justiça a quem faz tanto bem para toda humanidade, cuidando e preservando o meio ambiente”, disse Fábio. Para a secretária de meio ambiente da FETAGRO, Alessandra Lunas, o momento é de comemoração e reconhecimento à inserção da agricultura familiar no potencial de Pagamento por Serviços Ambientais (PSA). “Esta lei reconhece o papel que cumpre a agricultura familiar na preservação ambiental”. Alessandra também resgatou o trabalho de todo o movimento sindical ao contribuir nos debates sobre o tema, principalmente com participação ativa dos agricultores e agricultoras familiares em audiências públicas realizadas em todo o Estado para discutir a proposta de lei. “Lutamos para que essa política de compensação fosse implantada, acreditando que haverá forte avanço na conscientização ambiental”, disse a dirigente ressaltando, também, que “agora é preciso dar os próximos passos e acompanhar a regulamentação da lei e, desta forma, garantir sua implementação e aplicabilidade junto aos agricultores familiares”.

Cooperativas filiadas a UNICAFES Rondônia serão beneficiadas pelo Programa ATER Mais Gestão
19/12/2018

Cooperativas filiadas a UNICAFES Rondônia serão beneficiadas pelo Programa ATER Mais Gestão

A União das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária de Rondônia (UNICAFES Rondônia) realiza nesta quinta-feira (20), em Ji-Paraná, o lançamento do Programa ATER Mais Gestão para cooperativas e associações da agricultura familiar. O ATER Mais Gestão é uma metodologia de assistência técnica e extensão rural, coordenado pela Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead), que tem o objetivo de promover o fortalecimento de empreendimentos produtivos e econômicos da agricultura familiar por meio da qualificação dos sistemas de gestão e de acesso aos mercados. No Estado de Rondônia o projeto será desenvolvido pelo Instituto de Estudos e Assessoria ao Desenvolvimento (CEADES) em parceria com a UNICAFES Rondônia e apoio da Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (ANATER). De acordo com a presidente da UNICAFES Rondônia, Vitalina Orneles, o programa irá atender 18 empreendimentos da agricultura familiar (cooperativas e associações), por um período de 24 meses. As organizações beneficiárias serão estimuladas a se profissionalizar na gestão dos empreendimentos, aprimorar as condições de acesso a mercados e fortalecer a cooperação orgânica entre os empreendimentos. Vitalina ressalta que o programa é muito importante na área do cooperativismo da agricultura familiar. “O programa tem grande importância por qualificar as cooperativas. Se uma cooperativa não estiver qualificada na gestão, ela não consegue acessar as políticas públicas de comercialização”, destacou. A UNICAFES Rondônia, com a execução do programa ATER Mais Gestão, segue executando sua missão de apoiar, por meio de serviços, as cooperativas no desenvolvimento de suas iniciativas econômicas e na expansão e consolidação do cooperativismo na agricultura familiar e economia solidária.

Lazinho da Fetagro destaca aprovação da proposta de lei sobre pagamento por serviços ambientais
12/12/2018

Lazinho da Fetagro destaca aprovação da proposta de lei sobre pagamento por serviços ambientais

Projeto de Lei que institui a Política Estadual de Governança Climática e Serviços Ambientais do Estado de Rondônia foi aprovado, nesta quarta-feira (12), pelos deputados estaduais, em sessão ordinária. O projeto, de nº 1125/2018, segue para efeito de sanção da lei e publicação no Diário Oficial. O projeto visa a redução de emissões de gases de efeito estufa; ações de enfrentamento aos eventos climáticos extremos, advindos das mudanças climáticas no estado; e propõe que haja compensação a quem desenvolve iniciativas de preservação ou recuperação ambiental em suas propriedades, ajudando a manter ou produzir serviços ambientais, com áreas...

FETAGRO participa de Oficina Nacional sobre Gestão Administrativa, Financeira e Contábil
12/12/2018

FETAGRO participa de Oficina Nacional sobre Gestão Administrativa, Financeira e Contábil

Dirigentes, assessores(as) e contadores(as) de todas as Federações e da CONTAG estiveram reunidos nos dias 11 a 13 de dezembro, em Brasília, para a Oficina Nacional sobre Gestão Administrativa, Financeira e Contábil. Participam pela FETAGRO o secretário de administração e finanças José Carlos (Carlinhos), a assessora e contadora Ana Paula, o contador José Queiroz e o parceiro da federação Everton Barboza, presidente da Coopeafes. Os objetivos foram construir estratégias de atuação político-sindical para o fortalecimento da sustentabilidade político-financeira do Movimento Sindical de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (MSTTR); e realizar processo formativo com os(as) participantes para atualizar e unificar novos...

FETAGRO e STTR de Novo Horizonte realizam capacitação com famílias beneficiárias do PNHR
11/12/2018

FETAGRO e STTR de Novo Horizonte realizam capacitação com famílias beneficiárias do PNHR

Aconteceu na manhã desta terça-feira (11), na sede do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Novo Horizonte o Seminário de capacitação das famílias beneficiárias do Programa Nacional de Habitação Rural - PNHR. O Seminário foi coordenado por Elessandra Dutra Silva, Secretária de Política Agrícola da FETAGRO, e as assessoras Débora Cristina Massaro e Julia Mota. Presença e contribuição também do presidente do STTR, Odair Galdino. Nesta etapa serão construídas 30 unidades habitacionais. Cada família receberá R$ 36.600.00 (trinta e seis mil e seiscentos reais), proporcionando investimento de R$ 1.098.000,00 (um milhão e noventa e oito mil reais) no município; que...

Mulheres rurais na construção de um Brasil soberano, democrático, justo, igualitário e livre de ...
03/12/2018

Mulheres rurais na construção de um Brasil soberano, democrático, justo, igualitário e livre de ...

De mãos dadas e caminhando juntas, mais de 80 educandas participam de 03 a 07 de dezembro de 2018, em Brasília-DF, do II MÓDULO DO CURSO NACIONAL DE FORMAÇÃO POLÍTICO SINDICAL DE MULHERES DO MSTTR. Por Rondônia, participam as dirigentes Izabel de Oliveira (secretária de mulheres da FETAGRO), Regiane Lira (secretária de formação e organização sindical do STTR de Cacoal), Angélica (secretária geral do STTR de São Francisco) e Idalina (secretária de mulheres do STTR de Campo Novo). Durante este II Módulo, elas se dedicam debater e analisar o Brasil que sai das urnas em 2018, reconhecendo os desafios que se colocam à vida e a luta das mulheres do campo da floresta e das águas; compreender as bases do desenvolvimento...

EDITAL - ASSEMBLEIA GERAL - STTR DE PRES. MÉDICI
29/11/2018

EDITAL - ASSEMBLEIA GERAL - STTR DE PRES. MÉDICI

O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Presidente Médici/RO, CNPJ: 22.860.050/0001-81, CONVOCA todos os membros da CATEGORIA dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais Ativos e Inativos: assalariados e assalariadas rurais, permanentes, safristas e eventuais na agricultura, criação de animais, silvicultura, hortifruticultura e extrativismo rural, agricultores e agricultoras que exerçam suas atividades individualmente ou em regime de economia familiar, na qualidade de pequenos produtores, proprietários, posseiros, assentados, meeiros, parceiros, arrendatários, comodatários, extrativistas e os aposentados rurais do Município de Presidente Médici/RO, para ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA, a ser realizada no dia 14 de Dezembro de 2018, com início às 09:00 horas...

CONSELEITE DIVULGA PREÇO DO LEITE ENTREGUE EM OUTUBRO
27/11/2018

CONSELEITE DIVULGA PREÇO DO LEITE ENTREGUE EM OUTUBRO

O Conselho Paritário de Produtores e Indústrias de Leite do Estado de Rondônia (Conseleite-RO) divulgou o preço de referência do leite entregue no mês de outubro, e a ser pago em novembro. O valor obtido para o leite padrão foi de R$ 1,1079/litro, registrado pela Resolução Novembro de 2018. O Conseleite-RO, que reúne representantes da indústria láctea e produtores rurais, divulga mensalmente, por meio de resoluções, os preços de referência finais para o leite entregue no mês anterior. O preço de referência não é um preço mínimo, nem máximo, e não é obrigatório. É uma referência para a livre negociação entre as partes; mas que busca...

ENFOC Estadual realiza 2º módulo de formação político sindical
27/11/2018

ENFOC Estadual realiza 2º módulo de formação político sindical

Iniciou nesta segunda-feira, dia 26, o segundo módulo do Curso Estadual de Formação Político Sindical para a 6ª turma de militantes do Movimento Sindical dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (MSTTR), no Hotel Fazenda Minuano, em Presidente Médici. O curso, promovido pela Escola Nacional de Formação da Contag (ENFOC) e sob coordenação da Secretaria de Formação e Organização Sindical da FETAGRO, reúne participantes de todo o Estado, a maioria vinculada aos Sindicatos de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTRs), comprometidos com a luta sindical pela organização e fortalecimento da categoria que busca a transformação de realidades com a emancipação dos sujeitos e a conquista do desenvolvimento...

STTR de Presidente Médici acompanha entrega de materiais do Projeto Plantar
23/11/2018

STTR de Presidente Médici acompanha entrega de materiais do Projeto Plantar

O Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Presidente Médici, parceiro do Projeto Plantar Rondônia, registra a entrega de materiais que auxiliarão os agricultores familiares na recuperação de 11 áreas de preservação permanente em sete propriedades do município. Recursos viabilizados pelo projeto garantiram a destinação de 1.380 estacas, 118 esticadores, 33 bolas de arrames e 590 catracas. O plantar Rondônia é desenvolvido pelas entidades parceiras RIOTERRA, ECOPORÉ e FETAGRO, e com participação dos Sindicatos dos municípios de Presidente Médici, Ji-Paraná, Jaru, Machadinho, Ariquemes, Rolim de Moura, Itapuã do Oeste, Novo Horizonte, Castanheiras, Cujubim e Rio Crespo. Cada município...