Área Restrita
Não à reforma da previdência
Imagem2
Imagem 1
Imagem3
Imagem 4
FETAGRO e Seagri acordam atendimento às demandas do PAA
20/09/2017

FETAGRO e Seagri acordam atendimento às demandas do PAA

Em reunião ocorrida nesta terça-feira (19) entre FETAGRO, STTRs, Seagri e a Coordenadoria da Agricultura Familiar foi assegurado o atendimento à demanda de 410 projetos protocolados ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), reivindicada no Grito da Terra Estadual 2017. Esta demanda refere-se aos projetos apresentados à CONAB, mas que não foram atendidos em virtude da redução do orçamento do programa. Em resposta a reivindicação dos agricultores familiares, por meio da mobilização do Grito da Terra, ocorreu reunião com o Secretário Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, Caio Rocha, junto ao Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), na último dia 14, ocasião em o secretário nacional acordou com a Seagri o atendimento a estes projetos, por meio de suplementação orçamentária ao Estado, uma vez que confirmou não haver garantias de que o orçamento do PAA, via Conab, seja restabelecido. Em resultado de toda negociação com MDSA e Seagri, serão atendidos 410 produtores, em 11 municípios, perfazendo o montante de R$ 2,3 milhões para este ano, juntamente com a demanda já executada pelo governo do estado. Para efetivar a contratação junto ao PAA, os produtores deverão protocolar documentação pessoal na Seagri, até o dia 27 de setembro, próxima quarta-feira, ou enviar para o email paaseagri2@hotmail.com, aos cuidados de Renata Esteves, também até o dia 27. Em relação aos valores e remanejamento de recursos, as decisões serão tomadas em conjunto pela FETAGRO e Seagri. Fábio Menezes, presidente da FETAGRO, avaliou que este foi um resultado concreto e positivo do Grito da Terra. “É um ótimo resultado da nossa luta. As entidades recebedoras e os agricultores que já haviam investido na produção não serão prejudicados”, disse. Fábio também ressaltou que as famílias do PAA que estiveram no Grito, buscando a solução para aquela problemática, foram ativamente responsáveis por esta conquista, junto com o empenho da FETAGRO, por meio da Secretaria de Política Agrícola, de autoridades políticas e da Seagri. “O empenho e bom senso de todos garantiram que a demanda fosse atendida e estes produtores não fossem penalizados pela crise política e financeira que afeta o nosso pais”.

FETAGRO e STTRs participam do Seminário Nacional sobre Desenvolvimento da Agricultura Familiar
19/09/2017

FETAGRO e STTRs participam do Seminário Nacional sobre Desenvolvimento da Agricultura Familiar

Os diretores da FETAGRO José Carlos “Carlinhos”, secretário de finanças, Elessandra Dutra, secretária de política agrícola, Izabel de Oliveira, secretária de mulheres, e Rosiléia Inácio, secretária de formação e organização sindical, e os dirigentes Ernesto Ferreira, presidente do STTR de Ji-Paraná, Jhose Luciano, secretário de jovens do STTR de Alvorada do Oeste, Sueli Machado, presidenta do STTR de Ministro Andreazza, e José Milton, do STTR de Theobroma, estão em Brasília participando do Seminário Nacional sobre Desenvolvimento da Agricultura Familiar, promovido pela CONTAG, de 18 a 21 de setembro. O Seminário reúne mais de 300 pessoas, entre dirigentes da CONTAG, das Federações, Sindicatos, das Coordenações Regionais e da CONTAR, com o objetivo de definir o conceito de Agricultura Familiar para representação pelo sistema confederativo CONTAG. Elessandra Dutra destaca a importância do encontro, que acontece após a realização de seminários regionais, que subsidiam a discussão desta temática em âmbito nacional, levando em consideração a luta histórica do MSTTR e as formas de trabalho e produção dos agricultores e agricultoras em todo o País. Programação No primeiro dia do seminário, foi ampliada e aprofundada as discussões sobre a Reforma da Previdência e os impactos na vida dos trabalhadores rurais agricultores e agricultoras familiares, com o senador Paulo Paim (PT-RS), que é presidente da CPI da Previdência. Além de debater e aprovar a Resolução sobre Conceito de Agricultura Familiar para Representação pelo Sistema Confederativo CONTAG, estão colocadas em votação outras resoluções: Fundo de Amparo Social, Paridade e Cota Mínima de Mulheres, e Cota Mínima de Juventude. A programação também contará com uma análise de conjuntura com as centrais sindicais CUT e CTB; assinatura de parceria institucional entre a CONTAG e o IBGE de caracterização da agricultura familiar; debate sobre o orçamento das políticas públicas para a Agricultura Familiar; Reforma Política; entre outros temas de interesse dos agricultores e agricultoras familiares.

Juventude Rural realiza Festival Estadual mobilizada contra retrocesso de direitos
11/09/2017

Juventude Rural realiza Festival Estadual mobilizada contra retrocesso de direitos

Jovens rurais de todo o Estado reúnem-se neste sábado, dia 16, no Clube Recanto Vale das águas, em Rolim de Moura, para a realização do 19º Festival Estadual da Juventude Rural. Promovido pela Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado de Rondônia (FETAGRO), Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais e Comissão Estadual de Jovens Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, o festival propõe um momento de reflexão e diálogo acerca da sustentabilidade no campo para os jovens e também de integração da juventude rural de Rondônia com atividades culturais e esportivas. O evento também tem sido um grande espaço de articulação política sindical para o fortalecimento e permanência dos jovens no campo. Esta edição do festival traz como tema Juventude Vem Pra Luta e como lema Jovens Rurais Lutando Hoje Para Garantir o Amanhã. O tema e lema representam o sentimento e compreensão de luta dos jovens agricultores e agricultoras familiares pela dignidade no campo e garantia da sucessão rural, principalmente neste atual momento de desordem política econômica e social do País que afeta prejudicialmente o campo, a agricultura familiar, a classe trabalhadora rural com a desvalorização e perda de direitos. E, diante desta conjuntura, a juventude mostra mais uma vez sua garra e protagonismo na defesa dos interesses da categoria permanecendo na luta. O secretário de juventude da FETAGRO, Gilmar Fagundes, declara que “a juventude do Movimento Sindical Rural está decidida de que a luta não vai parar”. Ainda mais conscientes da necessidade de organização e mobilização, os jovens reafirmam estar comprometidos com os desafios impostos pela gestão do atual governo federal e contra os retrocessos de direitos. “Estaremos onde for preciso para enfrentar todo esse desmonte deste governo ilegítimo e irresponsável com todo o povo brasileiro”, disse Gilmar. Programação A programação do 19º Festival Estadual da Juventude Rural terá início às 7h30 horas com uma caminhada seguindo do Posto Modelo até o Espaço Alternativo, numa manifestação da juventude em defesa da democracia, de políticas públicas para o campo, da agricultura familiar e contra o retrocesso de direitos. Depois as caravanas seguem até o clube Recanto Vale das Àguas, na Linha 180 Norte - KM 01, com início das atividades esportivas. Entre as atividades esportivas haverá partidas de futebol suíço, voleibol, disputa de salto em distância e de corrida de 100 metros, todas nas categorias masculino e feminino. Está marcada para as 13 horas abertura oficial do evento. Logo após, iniciam as atividades culturais. Pelas atividades culturais estão programadas apresentações de música, poesia e dança. Haverá ainda a escolha da garota e do garoto rural e da garotinha e garotinho rural. Como diferencial nesta edição do festival serão realizadas oficinas temáticas e a Feira da Agricultura Familiar, com exposição de produtos. O evento contará com show da dupla sertaneja Rubens e Alessandro e outras atrações.

Ji-Paraná sedia 3ª Feira Estadual de Agroecologia e Sociobiodiversidade
11/09/2017

Ji-Paraná sedia 3ª Feira Estadual de Agroecologia e Sociobiodiversidade

A Feira Estadual de Agroecologia e Sociobiodiversidade - FAS, em sua terceira edição, acontecerá nos dias 20 e 21 de outubro, na Praça dos Migrantes, no município de Ji-Paraná. A FAS tem como objetivo reunir agricultores (as) familiares camponeses (as), povos indígenas e comunidades tradicionais para debater sobre a agroecologia e promover um espaço que reflita a cultura dos povos do campo, da floresta e das águas através de oficinas e cirandas de saberes, apresentações culturais, exposição de trabalhos científicos e relatos de experiências, exposições artísticas e troca de sementes e mudas crioulas. O evento é uma realização da Universidade Federal de Rondônia - Unir campus Rolim de Moura, Ji-Paraná e Presidente Médici, Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado de Rondônia - FETAGRO, Instituto Padre Ezequiel Ramin - Iper, Ação Ecológica Guaporé - Ecoporé e Secretaria de Estado da Agricultura - Seagri; e conta com a parceria da Prefeitura e Câmara de Vereadores de Ji-Paraná e da vereadora Cláudia de Jesus (PT). Fonte: Assessoria FAS

Grito da Terra obtém conquistas com governo federal e estadual
08/09/2017

Grito da Terra obtém conquistas com governo federal e estadual

O Grito da Terra Estadual, organização e mobilização da classe trabalhadora rural na agricultura familiar, representada pela Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares no Estado de Rondônia (FETAGRO) e Sindicatos de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTRs), para a busca de políticas públicas que assegurem desenvolvimento rural com trabalho e vida digna no campo, confirmou ser a data base de negociação com o poder público constituído e principal instrumento para o atendimento de reivindicações e proposições, nesta última edição, realizada nos dias 5 e 6, na capital Porto Velho. Todo o processo do Grito, negociações com o governo do estado, com órgãos federais e os atos públicos, trouxeram resultados positivos, mas também registrou pontos sem avanço, principalmente junto às secretarias estaduais. Governo Federal As rodadas de negociações avançaram com órgãos federais, com a categoria conseguindo ter suas reivindicações de audiências com os Ministérios de Minas e Energia (MME), do Desenvolvimento Social (MDS) e das Cidades atendidas e agendadas para este mês. No ministério das Cidades, a reunião acontecerá no próximo dia 20, com o objetivo de assegurar a contratação imediata de 512 unidades habitacionais rurais do programa Nacional de habitação Rural, protocoladas pela FETAGRO desde abril de 2017, bem como das demais demandas apresentadas; e que seja revisto o déficit habitacional do Estado que aponta não haver mais necessidade de novas habitações para Rondônia, situação contestada pelo movimento rural. Junto ao MME a negociação, marcada para a próxima terça-feira, dia 12, será para viabilizar o atendimento das mais de 15 mil famílias que ainda não tiveram acesso ao programa Luz para Todos, e apresentar defesa pela interrupção imediata da privatização da Eletrobras. No dia 13 de setembro, quarta-feira da semana que vem, audiência no MDS para assegurar que o orçamento do governo federal para o Programa de Aquisição de Alimento (PAA) seja restabelecido em no mínimo R$ 5 milhões na modalidade Doação Simultânea, e que sejam atendidas as associações e cooperativas de produtores rurais que estão com projetos protocolados na Conab Rondônia. Na esfera federal destaque também para conquista no acesso à terra, por meio do Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF). A forte mobilização dos trabalhadores rurais também resultou na vinda dacoordenadora da Subsecretaria de Reordenamento Agrário, da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário (Sead), pasta responsável pelo PNCF, Raquel Santori, que confirmou que as propostas de Crédito Fundiário, que representam quase 500 famílias beneficiadas, serão efetivadas até o final deste ano. A retomada da titulação de assentamentos coordenados pelo Incra também foi outra conquista do Grito, iniciando com a entrega de mais de 200 títulos no município de Urupá, no dia 4 de outubro. E, também, a retomada da entrega de títulos de áreas assumidas pelo Terra Legal. Bancos Junto ao Banco da Amazônia reivindicou-se que as propostas de liberação do Pronaf A para os beneficiários do Crédito Fundiário recebam assistência técnica por parte da Plantec, sob convênio firmado entre a agencia financeira e entidade. Governo Estadual A audiência de negociação da pauta com o governo do estado não atendeu as expectativas em sua totalidade. Para a comissão de negociação, nova decepção com o governador Confúcio Moura que não compareceu para a audiência, descumprindo compromisso firmado no dia 14 de agosto, data em que a pauta foi entregue ao governante. FETAGRO e Sindicatos registraram repúdio ao desrespeito do governador e também do secretário de estado da Agricultura, Evando Padovani, designado coordenador de negociação com os trabalhadores, que não se fez presente a audiência. Esteve presente o Secretário de Educação Florisvaldo Alves e os secretários adjuntos das demais pastas correspondentes as demandas contidas na pauta. Com a maioria das secretarias estaduais, vale ressaltar a abertura de diálogo para continuidade das conversações sobre a pauta que obtinha pontos em áreas como investimentos à agricultura familiar, regularização ambiental, educação do campo, habitação rural, políticas para mulheres, segurança pública, estradas e outros temas da categoria. Destaque para a conquista junto à Seagri e ao PAA Estadual, onde a categoria firmou acordo com a secretaria de que a demanda entregue pela FETAGRO será priorizada no atendimento do programa. Outro importante resultado refere-se ao compromisso da Seas em efetivar para 2018 a liberação do subsídio do PNHR no valor de R$ 5 mil, contribuindo para o êxito do programa e sonho de muitos agricultores e agricultoras em ter moradia digna. De acordo com o presidente da FETAGRO, Fábio Menezes, a avaliação do Movimento Sindical Rural em relação ao Governo do Estado foi positiva em algumas áreas, especialmente com a Seagri. No entanto, o dialogo permanece, demonstrando a necessidade de manter os trabalhadores mobilizados. Em relação ás reivindicações em âmbito federal, as negociações e resultados foram satisfatórios, mas com expectativa de resultados mais concretos nas audiências com aos ministérios. “A luta continua e a agricultura familiar precisa ser respeitada e valorizada”, concluiu o presidente.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO - FETAGRO
11/09/2017

EDITAL DE CONVOCAÇÃO - FETAGRO

Ficam convocados por este Edital, de acordo com o que rege o Estatuto Social da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado de Rondônia – FETAGRO, todos os Conselheiros e todas as Conselheiras dos Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais para a Plenária Ordinária do Conselho Deliberativo da FETAGRO, que será realizada nos dias 04, 05 e 06 de outubro de 2017, no auditório do Laboratório Escola de Fitoterapia e Centro de Formação de Agricultores,localizado na Avenida Edson Lima Nascimento (Linha 94 - RO 472), Lote Urbano 08, Loteamento Jardim São Cristóvão, em Ji-Paraná/RO, com início às 19h do dia 04 de outubro e término previsto para as 16h do dia 06 de outubro.

NOTA DE PESAR - Terezinha Rios Pedrosa
11/09/2017

NOTA DE PESAR - Terezinha Rios Pedrosa

A Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado de Rondônia - FETAGRO, por meio da Secretaria de Mulheres, externa profundo pesar pela morte da companheira Terezinha Rios Pedrosa, 56, e do seu esposo, Aloísio da Silva Lara, no Estado do Mato Grosso. Terezinha marcou a história de lutas e conquistas do MSTTR, tanto no Mato Grosso, como em todo Brasil, sendo fiel e combativa pelo Movimento. Ela foi secretária de mulheres da FETAGRI-MT entre 2003 e 2006, atuando intensamente no fortalecimento da agricultura familiar e na defesa dos direitos das mulheres trabalhadoras rurais. Foi também suplente da diretoria da CONTAG. Presidiu o Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Nossa Senhora do Livramento. Legislou pelo município, sendo vereadora....

Agricultura familiar diz não ao retrocesso de direitos
08/09/2017

Agricultura familiar diz não ao retrocesso de direitos

A edição deste ano do Grito da Terra Estadual também foi caracterizada como ato público em defesa da democracia e do não retrocesso de direitos conquistados ao longo de anos de luta da classe trabalhadora. A mobilização trouxe como lema “lutar pelo fortalecimento da agricultura familiar e pela garantia de direitos da classe trabalhadora”. A vice-presidente da FETAGRO, Alessandra Lunas, reforça a importância da ação para a luta da classe trabalhadora rural na agricultura familiar, por seu caráter reivindicatório e propositivo, mas especialmente neste ano por assumir a tarefa de defender direitos já garantidos e enfrentar os desmandos políticos do atual governo federal, como é o caso da Reforma Trabalhista, já aprovada,...

GTE 2017 - FETAGRO agradece companheirismo
06/09/2017

GTE 2017 - FETAGRO agradece companheirismo

Honra à FETAGRO registrar o companheirismo de luta dos trabalhadores rurais na agricultura familiar, dos STTRs, do mandato do deputado estadual Lazinho da Fetagro e da Central Única dos Trabalhadores (CUT-RO) em mais uma edição do Grito da Terra. Juntos conseguimos fazer crianças, jovens, homens, mulheres e idosos do campo serem vistos e ouvidos. Conseguimos fazer a agricultura familiar ser pautada. Reivindicamos e propomos em defesa e busca do desenvolvimento rural sustentável e solidário. Dissemos a todos, poder público e sociedade, que NÂO aceitamos o retrocesso de direitos conquistados por lutas anteriores. Que resistiremos a este governo federal ilegítimo e aniquilador. Nossa luta continua, companheiros e companheiras! Muito obrigado! Juntos Somos Fortes!!

GTE 2017 - Assembleia encerra Grito da Terra
06/09/2017

GTE 2017 - Assembleia encerra Grito da Terra

Momento final do Grito da Terra Estadual com a assembleia de encerramento, onde toda diretoria da Federação fez um balanço dos resultados das negociações da pauta e parabenizou e agradeceu a todos os agricultores e todas as agricultoras familiares e Sindicatos pela ativa participação na mobilização e demonstração de unidade e força da categoria em resistir e lutar por dignidade no campo, por políticas públicas e pelo respeito e permanência dos seus direitos. Presença naquele momento do presidente da CONTAG, Aristides Santos, reforçando a importância da ação de massa no Estado e enaltecendo a organização e determinação da FETAGRO e STTRs, de todo o MSTTR de Rondônia, por...

Aprovado projeto de lei que garante proteção à gestante e parturiente contra a violência obstét...
31/08/2017

Aprovado projeto de lei que garante proteção à gestante e parturiente contra a violência obstét...

Projeto de Lei 606/2017, de autoria do deputado estadual Lazinho da Fetagro (PT), que assegura a implantação de medidas de informação e proteção à gestante e parturiente contra a violência obstétrica foi aprovado pela Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira (30). A proposta segue agora para sanção do governador Confúcio Moura. De acordo com a proposta de lei, atos que ofendam, de forma verbal ou física, as mulheres gestantes e parturientes, antes, durante ou após o parto, são considerados violência obstétrica. Frases agressivas, recriminar a parturiente por qualquer comportamento como gritos, choro, medo, vergonha ou até mesmo dúvidas, discriminação, agressão física, psicológica,...

Agricultura familiar mobilizada para o Grito da Terra
30/08/2017

Agricultura familiar mobilizada para o Grito da Terra

Cerca de três mil trabalhadores e trabalhadoras rurais na agricultura familiar realizam na próxima semana, nos dias 5 e 6, em Porto Velho, o Grito da Terra Estadual (GTE 2017), principal ação de massa da categoria em busca da garantia de políticas públicas que assegurem desenvolvimento rural com qualidade de vida e trabalho no campo. Os trabalhadores, organizados pela Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares no Estado de Rondônia (FETAGRO) e Sindicatos de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTRs), irão cobrar do governo estadual respostas à pauta de reivindicações e proposições, na expectativa de obter conquistas efetivas que venham promover o desenvolvimento rural sustentável e solidário...

FETAGRO discute pauta do Grito da Terra com Secretários de Estado
28/08/2017

FETAGRO discute pauta do Grito da Terra com Secretários de Estado

Diretoria da FETAGRO se reuniu hoje, dia 28, com Secretários de Estado para apresentar e discutir a pauta de reivindicações e proposições do Grito da Terra Estadual (GTE/2017). A pauta já havia sido entregue ao governador Confúcio Moura, no último dia 14, ocasião em que o chefe do Poder Executivo Estadual designou a reunião de hoje, para que as demandas dos agricultores e agricultoras familiares ao Estado possam ser analisadas antes da realização do Grito, nos dias 5 e 6 de setembro, na capital Porto Velho, com expectativa de respostas positivas à pauta durante a mobilização. Todas as discussões foram acompanhadas pelo mandato do deputado estadual Lazinho da Fetagro (PT), com a presença do próprio deputado...

Agricultura familiar analisa proposta de Política Estadual de Governança Climática e Serviços Am...
24/08/2017

Agricultura familiar analisa proposta de Política Estadual de Governança Climática e Serviços Am...

Sob coordenação da Secretaria de Meio Ambiente da FETAGRO, está sendo realizado nesta quinta-feira (24) e segue até amanhã (25), encontro para consulta da agricultura familiar à Minuta de Projeto de Lei de Política Estadual de Governança Climática e Serviços Ambientais. Participam deste momento a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), deputado estadual Lazinho da Fetagro (PT) e instituições e outras entidades vinculadas às questões ambientais e parceiras na construção da proposta. O Projeto de Lei dispõe sobre a valoração e valorização dos ativos ambientais do Estado, através de incentivo e pagamento por serviços ambientais e incentivos as ações de...

Terceira Idade afirma luta por dignidade no campo e contra retrocesso de direitos e políticas públ...
24/08/2017

Terceira Idade afirma luta por dignidade no campo e contra retrocesso de direitos e políticas públ...

A participação ativa dos agricultores e agricultoras familiares da terceira idade e idosos e idosas nas discussões e deliberações do Seminário Regional de Capacitação e Formação para a Terceira Idade (Encontro Estadual da Terceira Idade) garantiu o bom resultado do encontro, realizado nos dias 22 e 23, no Hotel Fazenda Minuano, município de Presidente Médici, sob coordenação da Secretaria de Políticas Sociais da FETAGRO, e apoio da CONTAG e SENAR. O encontro foi marcado pela profundidade dos debates, análises e comprometimento na continuidade da luta pela dignidade no campo, pelo reconhecimento e valorização da agricultura familiar e pela defesa de direitos conquistados com enfrentamento político sindical ao...

FETAGRO e STTRs entregam pauta do Grito da Terra para o governo estadual e órgãos federais
15/08/2017

FETAGRO e STTRs entregam pauta do Grito da Terra para o governo estadual e órgãos federais

Na manhã desta segunda-feira (14) foi realizada pela diretoria da FETAGRO e dirigentes dos STTRs ato de apresentação e entrega da pauta de reivindicações e proposições do Grito da Terra Estadual 2017 (GTE 2017) para o Governador do Estado, Confúcio Moura, e órgãos federais como Incra, SEAD, Terra Legal, Conab, Eletrobras e INSS, e as agências financeiras Banco da Amazônia, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. A entrega da pauta dá início as ações que constituem o GTE, permitindo ao governo estadual e órgãos federais analisarem as principais demandas dos trabalhadores e trabalhadoras rurais na agricultura familiar com antecedência e apresentarem respostas nas negociações,...

Janeiro
Fevereiro
Março
Abril
Maio
Junho
Julho
Agosto
Setembro
Outubro
Novembro
Dezembro