Área Restrita

Fetagro

FETAGRO e Sindicatos cobram valorização ao produtor de leite

13/03/2018
Notícias
0 ComentáriosImprimirEmail

Dirigentes da FETAGRO e dos Sindicatos de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais tiveram participação ativa na audiência pública que discutiu melhorias para a cadeia produtiva do leite, ontem (12), na Assembleia Legislativa do Estado, em Porto Velho.

 

A audiência, promovida pelo deputado estadual Lazinho da Fetagro (PT) a pedido das entidades sindicais rurais, reuniu produtores de todo o Estado e autoridades do governo e órgão ligados ao setor. Lamentavelmente dirigentes dos laticínios instalados no Estado não comparecem para o debate.

 

O presidente da FETAGRO, Fábio Menezes, em sua fala, levou informações, denuncias e cobranças em favor dos produtores de leite. Ele lembrou que não há um ajuste no preço do leite pago aos produtores há tempos. “O produtor há cinco anos está recebendo a mesma coisa, média de 70 centavos o litro, sendo que hoje o custo de produção está muito maior”, denunciou.  

 

Cobrou do Estado maior atenção ao setor leiteiro, e propôs a implementação de uma política de valorização da cadeia de produção de leite, sendo esta de grande importância para o desenvolvimento do Estado.

 

Outra cobrança foi referente ao funcionamento do Conseleite que, explicou o dirigente, tem um papel de extrema importância para os produtores. “O que nos preocupa é a ausência do conselho há tanto tempo, porque hoje não há um mecanismo que permita que o produtor saiba o quanto ele vai receber para projetar o preço do leite”, disse.

 

Fábio relatou que a maioria dos laticínios não ingressou no Conseleite, fator que inviabiliza seu funcionamento e prejudica a relação indústria e produtor, e, por consequência toda cadeia produtiva. Por fim, propôs também que a isenção fiscal aos laticínios só seja dada sob a condição dos mesmos estarem vinculados ao Conseleite.

 

Alessandra Lunas, vice-presidenta da FETAGRO, trouxe outra abordagem à questão e também nova proposição de ação. Esclareceu que a produção do leite no País é autosuficiente para o consumo interno e que, então, é preciso salvaguardar os produtores, em especial os agricultores familiares, e o mercado brasileiro, retirando o leite da lista de produtos de livre comércio do Mercosul, uma vez que esta condição tem permitido a entrada e consumo do leite e de produtos derivados dos demais países componentes do Mercosul. Diante desta compreensão, propôs que “seja apresentada ao Ministério da Agricultura e a Câmara de Comércio Exterior (Camex), a proposta de retirada do leite do acordo de livre comércio do Mercosul”.

 

O deputado Lazinho da Fetagro agradeceu a presença de todos, ressaltando a importância daquele momento para o setor produtivo do estado, especialmente a cadeia produtiva do leite. Registrou descontentamento com a ausência dos responsáveis das indústrias de leite, o que para ele significou forte falta de consideração com os demais envolvidos com aquela  cadeia de produção e com o desenvolvimento do estado de Rondônia.

 

Lazinho apresentou dados que comprovam uma queda drástica no preço do leite e prejuízos aos produtores. Também reportou a necessidade de haver maior atenção e investimentos do Estado à cadeia do leite.

 

Como encaminhamentos da audiência que visam valorizar e fortalecer a cadeia produtiva do leite, estão: revisão na legislação para restringir incentivos fiscais às indústrias que não participem do Conseleite; a criação de incentivos ao produtor rural de leite; a convocação de uma reunião com a indústria de laticínio intermediada pela Secretaria de Estado das Finanças (Sefin), com presença do Ministério Público e o Poder Legislativo Estadual para discutir a política do preço mínimo do leite, além de outras mudanças na legislação; e uma recomendação, através da Comissão de Agricultura, cobrando a retirada do leite do acordo de livre comércio do Mercosul, estabelecendo assim mecanismos de salvaguardas para os produtores.

 

Participaram da audiência o secretário da Casa Civil, Emerson Castro, representando o governador do Estado; o deputado estadual Ribamar Araújo; o presidente da Idaron, Anselmo de Jesus; o presidente da Faperon, Hélio Dias; e representantes da Secretaria de Estado da Agricultura, da Embrapa e do Sindicato das Indústrias de Laticínio de Rondônia (Sindileite).

 

Galeria

Comentários

CAPTCHA Image
Recarregar Imagem

Veja Também

Imagem Indisponível
30/07/2014

Regional Cone Sul promove formação sindical

Iniciou ontem (29), na sede do Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR) de Cerejeiras, o primeiro módulo do curso de formação político sindical da Escola Nacional de Formação da CONTAG (ENFOC), para dirigentes e representantes de base sindical do Regional Cone Sul. O curso será ministrado em 3 módulos, com 3 dias cada, com objetivo de capacitar cerca de 40 lideranças sindicais do Movimento Sindical dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (MSTTR), proporcionando a cada participante uma visão ampla sobre as principais bandeiras de luta do Movimento, ampliando o conhecimento e revitalizando o comprometimento dos mesmos com o MSTTR, a partir da base. Propõe-se, ao...

Imagem Indisponível
11/07/2014

STTR de Theobroma promove curso de derivados do leite

O Sindicato dos Trabalhadores (as) Rurais do município de Theobroma, em parceria com a Emater Theobroma, realizou de 07 a 11 de julho um curso de derivados do leite, para trabalhadoras(es) rurais do Assentamento Primavera. O curso teve o objetivo de capacitar as trabalhadoras(es) para que elas possam produzir diversos alimentos à base do leite para subsistência familiar e comercialização e, assim, contribuírem na complementação da renda familiar. O curso foi ministrado por uma extensionista da Emater do município de Alvorada do Oeste, que ensinou as participantes a produzirem diversos tipos de queijos e doces. Fonte: Assessoria STTR de Theobroma

Cooperativas da agricultura familiar podem firmar parceria com Usina de Jirau
13/09/2012

Cooperativas da agricultura familiar podem firmar parceria com Usina de Jirau

[caption id="attachment_267" align="alignleft" width="300"] FETAGRO, Creditag, CUT e Consórcio camargo Correa reunidos no último dia 5[/caption] Cooperativas da agricultura familiar ligadas a Federação dos Trabalhadores na Agricultura de Rondônia (FETAGRO) foram convidadas a firmarem parceria com o Consórcio Camargo Correa, responsável pela obra da Usina Hidrelétrica de Jirau, para o fornecimento de gêneros alimentícios ao canteiro de obras. A iniciativa tem o objetivo de valorizar o produto e a produção de Rondônia. O convite foi formalizado no último dia 5, no canteiro de obras, em reunião entre representantes da FETAGRO, do Sistema Creditag (conjunto de cooperativas de produção...

FETAGRO e Banco do Brasil assinam termo de parceira para habitação rural
04/09/2012

FETAGRO e Banco do Brasil assinam termo de parceira para habitação rural

04/09/12 [caption id="attachment_275" align="alignleft" width="300"] Entidades selam Termo de Parceria e Cooperação[/caption] A Federação dos Trabalhadores na Agricultura de Rondônia (FETAGRO) e a superintendência regional do Banco do Brasil assinaram na tarde de ontem (03), Termo de Parceria e Cooperação para o financiamento de habitações rurais, por meio do Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR). O ato foi celebrado na sede da agência do Banco do Brasil em Ji-Paraná entre o presidente da FETAGRO, Lázaro Dobri (Lazinho), o vice-presidente Fábio Menezes e o gerente geral da agência em Ji-Paraná, Carlos Alberto Ito. O Programa Nacional de Habitação Rural integra...