Área Restrita
brigada
fabricia silva lopes
Imagem2
Imagem 1
Imagem3
GRITO DA TERRA ESTADUAL: AGRICULTORES E AGRICULTORAS FAMILIARES DO ESTADO DE RONDÔNIA UNEM VOZES NA...
25/06/2024

GRITO DA TERRA ESTADUAL: AGRICULTORES E AGRICULTORAS FAMILIARES DO ESTADO DE RONDÔNIA UNEM VOZES NA...

Arte: Luna Fabris/ CONTAG A Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares de Rondônia (FETAGRO), juntamente com seus sindicatos filiados e parceiros/as, promoverá na capital do estado, Porto Velho, nos dias 26 e 27 de junho de 2024, o “Grito da Terra Estadual”, que reunirá aproximadamente 600 agricultores e agricultoras familiares do campo, das florestas e das águas de todo o estado. O objetivo é um diálogo de negociação com o governador Coronel Marcos Rocha e com órgãos federais para melhorias na qualidade de vida da classe trabalhadora rural. O Grito da Terra é uma ação de massa protagonizada pelo Movimento Sindical dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de todo o Brasil e que se iniciou na década de 90, com a principal missão de dar voz aos milhares de agricultores e agricultoras familiares, tornando-se um espaço de reivindicação, proposição, negociação das necessidades da agricultura familiar, ao mesmo tempo, de denúncia dos atos realizados contra a vida dos povos do campo, das florestas e das águas. A edição de 2024 traz como tema principal o mote: “NA LUTA EM DEFESA DA AGRICULTURA FAMILIAR”. É a voz dos agricultores e agricultoras familiares que, através das entidades sindicais que os representa, ecoa mais uma vez para que o Governo do Estado olhe com atenção para as necessidades urgentes que a classe trabalhadora rural enfrenta no dia a dia do estado, principalmente com a chegada desenfreada da monocultura, causando impactos sociais, ambientais e econômicos. Ao todo foram apresentadas 101 propostas incluídas nos eixos: Habitação rural, Regularização fundiária, Educação, Meio Ambiente, Saúde, Mulheres, Juventude e Infraestrutura das estradas. O evento está programado para se iniciar com a chegada das delegações as 6h da manhã, no pátio da Assembleia Legislativa, onde será servido às delegações um café da manhã coletivo e logo depois haverá as subdivisões das equipes que seguirão para os órgãos estaduais e federal para negociação com os seus devidos representantes, conforme pautas que previamente apresentadas. Pelo entardecer, as delegações se deslocarão ao pátio da Superintendência do Incra, onde ficarão acampados até o dia 27 pela tarde. Ainda no dia 27 pela manhã está programado um ato em frente às Três Caixas d’Água, seguindo depois em caminhada para a Superintendência da Caixa Econômica Federal. Segundo a Presidenta da FETAGRO, Alessandra Lunas, “a realização do Grito da Terra é para nós, agricultores e agricultoras familiares, a possibilidade de abrir diálogo com o governo do estado para que olhe, minimamente, para as dificuldades que estamos enfrentando, seja com o avançado desenfreado da monocultura, seja com a inoperância de algumas políticas que visam melhorar a qualidade de vida dos nossos povos do campo, das florestas e das águas, que faça sol ou chuva, diariamente estão contribuindo para o desenvolvimento econômico financeiro do estado”. PROGRAMAÇÃO Dia 26 06h- Chegada das delegações 07h30min- Subdivisões das equipes de negociação 08h- Caminhada até o CPA 09h – Início das Negociações com; Casa Civil, Governador, Secretaria Estadual de Assistência Social, Secretaria de Segurança Pública, Secretaria Estadual de Agricultura, Caixa Econômica Federal, Incra, Ministério do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar, Conab 19h30min – Apresentações do dia de negociação 20h30min – Noite Cultural Dia 27 07h30min – Concentração na Praça das Três Caixas d`Água (Av. Carlos Gomes c/Av. Rogério Weber, no bairro Caiari) 8h30 – Caminhada até a Caixa Econômica Federal 09h – Ato em frente às Três Caixas d’Àgua 12h- Encerramento Junte-se a nós e venha gritar por uma Agricultura Familiar fortalecida e pujante. A FETAGRO somos NÓS, nossa FORÇA e nossa VOZ! Redação e arte: Wilians Santana Contato para mais informações e entrevistas: Wilians Santana (69 99932-0059)

SECRETARIA DE POLITICA AGRICOLA
15/04/2024

SECRETARIA DE POLITICA AGRICOLA

15 DE ABRIL: DIA NACIONAL DA CONSERVAÇÃO DO SOLO Neste dia 15 de abril é rememorado como o dia nacional de conservação do solo, de conservação da Mãe Terra. E é dessa forma que hoje queremos relembrar a importância da conservação do solo do qual cada um de nós tiramos o nosso sustento. Vamos cuidar do Solo? Façamos uma reflexão em torno do poema de Cora Coralina. “Cântico da Terra” Eu sou a terra, eu sou a vida. Do meu barro primeiro veio o homem. De mim veio a mulher e veio o amor. Veio a árvore, veio a fonte. Vem o fruto e vem a flor. Eu sou a fonte original de toda vida. Sou o chão que se prende à tua casa. Sou a telha da coberta de teu lar. A mina constante de teu poço. Sou a espiga generosa de teu gado e certeza tranquila ao teu esforço. Sou a razão de tua vida. De mim vieste pela mão do Criador, e a mim tu voltarás no fim da lida. Só em mim acharás descanso e Paz. Eu sou a grande Mãe Universal. Tua filha, tua noiva e desposada. A mulher e o ventre que fecundas. Sou a gleba, a gestação, eu sou o amor. A ti, ó lavrador, tudo quanto é meu. Teu arado, tua foice, teu machado. O berço pequenino de teu filho. O algodão de tua veste e o pão de tua casa. E um dia bem distante a mim tu voltarás. E no canteiro materno de meu seio tranquilo dormirás. Plantemos a roça. Lavremos a gleba. Cuidemos do ninho, do gado e da tulha. Fartura teremos e donos de sítio felizes seremos. Redação e edição: Wilians Santana

SECRETARIA DE POLITICA AGRÁRIA
15/04/2024

SECRETARIA DE POLITICA AGRÁRIA

FETAGRO E CONTAG PROMOVEM ENCONTRO ESTADUAL SOBRE POLÍTICAS PÚBLICAS TERRITORIAIS Dos dias 14 a 16 de abril de 2024, está acontecendo em Cacoal- RO, um encontro estadual promovido pela FETAGRO e CONTAG em parceria com o SENAR para a discussão, reflexão e troca de experiências em torno das políticas públicas territoriais em Rondônia. O evento foi organizado pelo secretário estadual de Políticas Agrárias da federação Marcio Viana em parceria com a direção executiva e pelo secretário nacional de Políticas Agrárias da Contag Alair Luiz e assessorias. O encontro conta com a participação de lideranças sindicais da base e das direções executivas dos nossos sindicatos, além da presença de representantes de órgãos federais e estadual que lidam no dia a dia com as pautas Agrárias e com as políticas públicas voltadas a estas questões. O principal objetivo é olhar como se encontra a atual conjuntura da pauta agrária no estado (acesso à terra, conflitos/ despejos de famílias, entre outras) e quais as ações de fortalecimento podem ser realizadas para fortalecer as políticas públicas territoriais buscando atender as necessidades dos nossos agricultores e agricultoras familiares. De acordo com o Marcio Viana, “este é um momento primordial para analisarmos como está o acesso das nossas famílias as políticas públicas que garantam o acesso à terra e promovam o desenvolvimento das propriedades com vida digna aqui no estado. No entanto, mesmo com as políticas públicas ainda existem muitos conflitos agrários na disputa de terras, principalmente com a chegada exacerbada do agronegócio, com as invasões de reservas in blocos e das terras indígenas, despejos em massa, entre vários outros que são identificados facilmente pelo estado afora. Estamos vivendo nos últimos anos de acordo com o caderno de violência no campo da CPT um dos lugares que mais mata as nossas lideranças que buscam a organização dos povos para o acesso digno a terra. E é diante de todas as problemáticas que estamos durante estes três dias pensando as ações estratégicas para o fortalecimento das ações do MSTTR em torno da luta pela Reforma Agrária”. SINDICATOS, FETAGRO e CONTAG reafirmam a partir deste encontro o compromisso na luta pelo combate a violência no campo e pelo acesso as políticas públicas territoriais que são estruturantes aos povos do campo, das águas e das florestas. Redação: Wilians Santana Fotos: Arquivos FETAGRO

SECRETARIA DE POLITICA AGRICOLA
11/04/2024

SECRETARIA DE POLITICA AGRICOLA

FETAGRO SE CLASSIFICA PARA CONSTRUIR 495 CASAS DO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA RURAL Depois de quase sete anos, o programa Minha Casa Minha Vida Rural está de volta, serão construídas mais de 112,5 mil habitações em todo o país e o estado de Rondônia foi contemplado com 754 unidades habitacionais, sendo 495 de responsabilidade da Federação dos Trabalhadores/as Agricultores/as Familiares de Rondônia – FETAGRO, o que mais uma vez prova a capacidade técnica e política desta importante instituição na defesa da agricultura familiar e na busca de uma vida digna, com moradia, educação, alimentação básica e saúde de qualidade. Do total de habitações anunciadas pelo presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, cerca de 75 mil são moradias rurais, onde beneficiará cerca de 300 mil pessoas em 1.274 municípios, com investimento previsto de até R$ 5,6 bilhões para construção e melhorias de unidades habitacionais. Com este avanço, espera-se reduzir o déficit habitacional e oferecer mais dignidade residentes em áreas rurais. Para o MCMV Rural, os recursos vem do Orçamento Geral da União (OGU), por meio de operações de subvenção às famílias beneficiadas e contará com um Comitê de Acompanhamento composto por entidades representativas de agricultores e trabalhadores rurais e outros órgãos governamentais, além do Ministério das Cidades. A finalidade é possibilitar aos envolvidos o monitoramento e a colaboração no aperfeiçoamento das linhas de atendimento do MCMV Rural. Para a secretária de Politicas Agrícolas da FETAGRO Elessandra Dutra, “é motivo de muita alegria para nossa federação e para nossos sindicatos, depois de um período onde o programa foi até mesmo extinto, ter a retomada do mesmo, pois ele é de suma importância para todos os agricultores familiares. Em nosso estado são ainda muitas famílias que necessitam de uma moradia digna para um melhor desenvolvimento da vida dentro de suas propriedades. Nossa federação está apta a construir essas 495 unidades habitacionais e é com muito entusiasmo que nós vamos nos desdobrar para que ainda mais famílias sejam atendidas nas próximas fases do programa MINHA CASA, MINHA VIDA RURAL. Viva nossa federação e nossos sindicatos, viva a vitória dos povos do campo, das florestas e das águas.” A FETAGRO e sindicatos segue na luta pelo desenvolvimento rural sustentável e para que ainda mais famílias rurais possam ser comtempladas nas próximas fases deste importante instrumento de fortalecimento dos agricultores e agricultoras familiares. Redação: Wilians Santana Fotos: Ricardo Stuckert/FETAGRO

CONSELHO DELIBERATIVO DA CONTAG E ENTREGA DA PAUTA 24º GRITO DA TERRA  AO PRESIDENTE DA REPUBLICA
04/04/2024

CONSELHO DELIBERATIVO DA CONTAG E ENTREGA DA PAUTA 24º GRITO DA TERRA AO PRESIDENTE DA REPUBLICA

FETAGRO EM BRASÍLIA: CONSELHO DELIBERATIVO Aconteceu esta semana em Brasília de 02 a 03 de abril, o primeiro conselho deliberativo de 2024 da nossa Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura Familiar- CONTAG. Dentre as várias pautas que estão sendo discutidas, cito ; prestação de contas 2023, 14° Congresso Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, entrega da pauta do 24° Grito da Terra Brasil ao presidente da República, entre outras. A FETAGRO estava representada pela secretária de mulheres Rosilei Nillio, a qual em sua contribuição durante o conselho salienta que, " é preciso que intensificamos os trabalhos com nossas bases, é isso que sempre nos deu retorno e continuará a ser a resposta para nossas dificuldades. Quando estamos próximos a base o diálogo e os trabalhos fluem e com isso também melhora a nossa sustentabilidade política financeira." Durante o segundo dia do conselho no qual foi entregue o caderno de pautas ao Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, também participaram do conselho outras autoridades do governo federal , como por exemplo o ministro do MDA Paulo Teixeira, que usou do seu tempo de fala para apresentar um panorama dos trabalhos que estão sendo realizados pelo ministério e ressaltou o número recorde de investimentos através do plano safra 2023/2024. FETAGRO, há trinta anos transformando vidas em Rondônia. Redação:Wilians Santana Fotos:Rossilei Nilio /CONTAG/MDA