Menu

GRITO DA TERRA ESTADUAL: AGRICULTORES E AGRICULTORAS FAMILIARES DO ESTADO DE RONDÔNIA UNEM VOZES NA LUTA EM DEFESA DA CATEGORIA

A Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares de Rondônia (FETAGRO), juntamente com seus sindicatos filiados e parceiros/as, promoverá na capital do estado, Porto Velho, nos dias 26 e 27 de junho de 2024, o “Grito da Terra Estadual”, que reunirá aproximadamente 600 agricultores e agricultoras familiares do campo, das florestas e das águas de todo o estado. O objetivo é um diálogo de negociação com o governador Coronel Marcos Rocha e com órgãos federais para melhorias na qualidade de vida da classe trabalhadora rural.

O Grito da Terra é uma ação de massa protagonizada pelo Movimento Sindical dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de todo o Brasil e que se iniciou na década de 90, com a principal missão de dar voz aos milhares de agricultores e agricultoras familiares, tornando-se um espaço de reivindicação, proposição, negociação das necessidades da agricultura familiar, ao mesmo tempo, de denúncia dos atos realizados contra a vida dos povos do campo, das florestas e das águas.

A edição de 2024 traz como tema principal o mote: “NA LUTA EM DEFESA DA AGRICULTURA FAMILIAR”. É a voz dos agricultores e agricultoras familiares que, através das entidades sindicais que os representa, ecoa mais uma vez para que o Governo do Estado olhe com atenção para as necessidades urgentes que a classe trabalhadora rural enfrenta no dia a dia do estado, principalmente com a chegada desenfreada da monocultura, causando impactos sociais, ambientais e econômicos. Ao todo foram apresentadas 101 propostas incluídas nos eixos: Habitação rural, Regularização fundiária, Educação, Meio Ambiente, Saúde, Mulheres, Juventude e Infraestrutura das estradas.

O evento está programado para se iniciar com a chegada das delegações as 6h da manhã, no pátio da Assembleia Legislativa, onde será servido às delegações um café da manhã coletivo e logo depois haverá as subdivisões das equipes que seguirão para os órgãos estaduais e federal para negociação com os seus devidos representantes, conforme pautas que previamente apresentadas. Pelo entardecer, as delegações se deslocarão ao pátio da Superintendência do Incra, onde ficarão acampados até o dia 27 pela tarde. Ainda no dia 27 pela manhã está programado um ato em frente às Três Caixas d’Água, seguindo depois em caminhada para a Superintendência da Caixa Econômica Federal.

Segundo a Presidenta da FETAGRO, Alessandra Lunas, “a realização do Grito da Terra é para nós, agricultores e agricultoras familiares, a possibilidade de abrir diálogo com o  governo do estado para que olhe, minimamente, para as dificuldades que estamos enfrentando, seja com o avançado desenfreado da monocultura, seja com a inoperância de algumas políticas que visam melhorar a qualidade de vida dos nossos povos do campo, das florestas e das águas, que faça sol ou chuva, diariamente estão contribuindo para o desenvolvimento econômico financeiro do estado”.

PROGRAMAÇÃO

Dia 26

06h- Chegada das delegações

07h30min- Subdivisões das equipes de negociação

08h- Caminhada até o CPA

09h – Início das Negociações com; Casa Civil, Governador, Secretaria Estadual de Assistência Social, Secretaria de Segurança Pública, Secretaria Estadual de Agricultura, Caixa Econômica Federal, Incra, Ministério do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar, Conab

19h30min – Apresentações do dia de negociação

20h30min – Noite Cultural

Dia 27

07h30min – Concentração na Praça das Três Caixas d`Água (Av. Carlos Gomes c/Av. Rogério Weber, no bairro Caiari)

8h30 – Caminhada até a Caixa Econômica Federal

09h – Ato em frente às Três Caixas d’Àgua

12h- Encerramento

Junte-se a nós e venha gritar por uma Agricultura Familiar fortalecida e pujante. A FETAGRO somos NÓS, nossa FORÇA e nossa VOZ!

Redação e arte: Wilians Santana

Contato para mais informações e entrevistas: Wilians Santana (69 99932-0059)