Área Restrita

Fetagro

Plenária Estadual fortalecerá ações de organização e luta das mulheres

28/01/2019
Notícias
0 ComentáriosImprimirEmail

 

Mulheres agricultoras familiares, dirigentes do MSTTR de Rondônia, estarão reunidas no dias 29 e 30 de janeiro, no Centro de Formação de Agricultores da FETAGRO, em Ji-Paraná, para a Plenária Estadual de Mulheres Trabalhadoras Rurais Agricultoras Familiares.

 

Realizada pela FETAGRO, por meio da Secretaria de Mulheres, e em parceria com a CONTAG e STTRs, a Plenária é uma ação de organização e formação das mulheres, sustentada pelo aprofundamento de debates, de reflexões e de planejamento de ações.

 

De acordo com a secretária de mulheres da Federação, Izabel de Oliveira, os dois dias de atividades objetivam fortalecer as ações estratégicas para a luta e organização das trabalhadoras rurais agricultoras familiares; compreender os desafios na defesa dos direitos e da vida das mulheres; e definir estratégias de ação das rondonienses na construção da Marcha das Margaridas 2019.

 

Para Izabel, o momento permitirá uma reflexão sobre a história de luta das mulheres por meio dos movimentos sociais e sindicais, adentrando à análise conjuntural política e os impactos deste cenário às suas vidas. E, por consonância, debater a pauta interna da Marcha das Margaridas, que traz como lema Margaridas na Luta por um Brasil com Soberania Popular, Democracia, Justiça, Igualdade e Livre de Violência.  Ainda segundo a secretária, também será aprofundado o debate sobre a proposta de adoção da alternância de cargos por gênero em instâncias deliberativas do movimento sindical, com intuito de construir estratégias para sua implementação.

 

A Plenária contará, além de cerca de 80 trabalhadoras rurais, com a participação da secretária de mulheres da CONTAG, Mazé Moraes, da ativista da Marcha Mundial de Mulheres (MMM), Miriam Nobre, e toda diretoria da FETAGRO.

Comentários

CAPTCHA Image
Recarregar Imagem

Veja Também

Imagem Indisponível
30/07/2014

Regional Cone Sul promove formação sindical

Iniciou ontem (29), na sede do Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR) de Cerejeiras, o primeiro módulo do curso de formação político sindical da Escola Nacional de Formação da CONTAG (ENFOC), para dirigentes e representantes de base sindical do Regional Cone Sul. O curso será ministrado em 3 módulos, com 3 dias cada, com objetivo de capacitar cerca de 40 lideranças sindicais do Movimento Sindical dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (MSTTR), proporcionando a cada participante uma visão ampla sobre as principais bandeiras de luta do Movimento, ampliando o conhecimento e revitalizando o comprometimento dos mesmos com o MSTTR, a partir da base. Propõe-se, ao...

Imagem Indisponível
11/07/2014

STTR de Theobroma promove curso de derivados do leite

O Sindicato dos Trabalhadores (as) Rurais do município de Theobroma, em parceria com a Emater Theobroma, realizou de 07 a 11 de julho um curso de derivados do leite, para trabalhadoras(es) rurais do Assentamento Primavera. O curso teve o objetivo de capacitar as trabalhadoras(es) para que elas possam produzir diversos alimentos à base do leite para subsistência familiar e comercialização e, assim, contribuírem na complementação da renda familiar. O curso foi ministrado por uma extensionista da Emater do município de Alvorada do Oeste, que ensinou as participantes a produzirem diversos tipos de queijos e doces. Fonte: Assessoria STTR de Theobroma

Conferência Estadual debate assistência técnica com foco em agroecologia
11/04/2016

Conferência Estadual debate assistência técnica com foco em agroecologia

Estabelecer estratégias e ações prioritárias para promover a universalização da Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) pública e de qualidade aos agricultores e agricultoras familiares do Estado de Rondônia. Esse é o objetivo da 2ª Conferência Estadual de Assistência Técnica e Extensão Rural na Agricultura Familiar e Reforma Agrária, que acontecerá de 12 a 14 de abril, no Centro de Treinamento da Emater-RO (Centrer), em Ouro Preto do Oeste.    Cerca de 200 pessoas, representantes de agricultores, povos indígenas, comunidades tradicionais...